plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour
Pular para o conteúdo

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

24 de junho de 2024 - 02:06

Miska Thomé Na Cadeira do DJ sobre os Trovadores do Tempo

Miska conta sobre a vida e o espetáculo de 20 anos do Trovadores do Tempo. (foto: Daniel Rockenbach)

A Cadeira do DJ de quarta (22) foi da plural Miska Thomé. Celito e Gilson Espíndola prosearam com Miska sobre a história de Campo Grande, música, artes plásticas e comunicação em um programa muito especial.

Miska Thomé nasceu Emilcy Thomé Gomes na cidade de Campo Grande. A ligação com a cidade e suas origens vem de família, Miska é neta de Manoel Secco Thomé que, junto com o irmão, fundou a Thomé e Irmão Ltda. Muitos prédios históricos de Campo Grande foram construídos pela dupla e levam o sobrenome da família no alicerce.

Os Thomé chegaram no Mato Grosso na década de 1912 no período da implantação da antiga Estrada de Ferro Noroeste do Brasil (NOB) e ajudaram a erguer as primeiras construções em Campo Grande: os Correios, o Hotel Americano, o canal da Maracaju, a Vila São Thomé, o edifício São Thomé, o Colégio Dom Bosco, o Colégio das Irmãs, o relógio da 14 e o Obelisco, entre várias outras obras.

Sobre o legado da família em sua formação, Miska comentou: “Sou uma mistura de culturas diferentes, espanhol por parte de pai, portugueses por parte família da mãe, tudo isso gerou esse caldeirão, essa mistura. Agora estou resgatando a casa do meu avô para manter a memória da nossa história na cidade.”

A artista visual trabalhou por 10 anos na Fundação de Cultura do estado e por mais 20 anos na TV Educativa onde teve papel fundamental no processo de fortalecimento da TV pública no estado. Na TVE Cultura, Miska participou de várias atrações culturais como apresentadora e produtora. Foi idealizadora do programa “Som do Mato” que levou inúmeros artistas da terra em apresentações históricas.

Conversa boa com Celito, Gilson e Miska. (foto: Daniel Rockenbach)

Sobre a nova vida com a família e os netos, Miska contou: “A prioridade agora tem sido a família, cuidar da minha mãe, dos meus netos, retribuir o carinho que eles sempre tiveram comigo. Continuo com meu ateliê, dou aula ainda. Não consigo ficar parada mas agora meu tempo é com eles.” Miska continua experimentando dentro das artes plásticas com colagens e mandalas por encomenda, trabalho que você pode encontrar ou mesmo encomendar online pela página Mandalas e Artes de Miska Thomé no facebook.

Miska Thomé é também cantora grupo Trovadores do Tempo que completa em 2018 20 anos de existência com o show “20 Anos em Trovas” no Teatro do Sesc Horto nos próximos dias 22 e 23 de novembro.

A paixão pela música e pelo teatro fez nascer em 1998, em Campo Grande, o grupo vocal Trovadores do Tempo, inspirado nos trovadores do século XI. Sobre o começo do grupo, Miska contou: “O Silvio Batistela e a Luciana Fisher começaram a ideia de fazer um grupo à capella, foi quando o grupo nasceu em 1998. Ficamos nessa formação com o Silvio, a Luciana, eu e o Rodrigo Bueno até 2006.”

No decorrer dos 20 anos de trabalho, o grupo teve como ponto de partida a música à capella (sem acompanhamento instrumental), montou dois grandes espetáculos cênicos com esta proposta: o primeiro, “Uma Viagem Através da Música”, que foi apresentado em Mato Grosso do Sul e no Rio de Janeiro. E o segundo, “Uma Viagem pelo Trem do Pantanal”, com repertório regional, e que culminou com a gravação de um CD. “Com essa ideia da viagem através da música, fizemos do canto gregoriano ao samba, já cantamos em inglês, espanhol, italiano e até alemão.”, conta Miska.

Os Trovadores do Tempo. (foto: Carlos Okida)

Nos espetáculos “In Concert” e dos “15 Anos” o grupo, assim como agora, também contou com a participação de músicos instrumentistas. Atualmente o grupo é formado por Adriane Cação ( contralto), Daniel Aigner (tenor), Miska Thomé (meio-soprano), Roger Sedlacek Fibíger (barítono) e Simone Vieira Carvalho Gomes (pianista e diretora).

No Show “20 anos em Trovas” participam os músicos Alexandre Reis (violino), Daniel Godoi (violoncelo), Eliziel Arantes (trompete), Marcelo Santos (sax e flauta) e Waldomiro Siqueira (percussão). Uma inovação do grupo para este espetáculo será a tradução em libras (linguagem de sinais) feita pelo especialista Bruno Lourenço.

Na equipe técnica quem assina a iluminação é o ator e iluminador Espedito Montebranco, no som “Ilson Sonorização” com o técnico Waldecir Francisco, registro fotográfico de Vania Jucá , fotos e design gráfico de Lucas César.

Os espectadores podem esperar surpresas como “Something” dos Beatles executada à capella, músicas regionais como “Tocando em frente” e “Trem do Pantanal”, versões de “Sapato velho” e “As long as you love me” entre muitas outras.

Serviço:

ESPETÁCULO “20 ANOS EM TROVAS”

Realização: Grupo Trovadores do Tempo
Apoio: SESC Cultura MS
Local: Sesc Teatro Prosa na Rua Anhanduí, 200 – Centro.
Dias: 22 e 23 de novembro 2018 às 20 h.
Entrada de graça, com a doação de 1Kg de alimento não perecível (iniciativa do grupo).
Chegar 30 minutos antes para retirar o ingresso.

Para contratar o grupo para shows basta ligar para (67) 99906-1390 ou acessar o site do grupo www.trovadoresdotempo.com.br

Confira o grupo nos palcos no canal no YouTube dos Trovadores do Tempo. Abaixo segue a música “De janeiro a janeiro”:

 

 

Sintonize – Apresentado por Gilson e Celito Espíndola, o programa Na Cadeira do DJ vai ao ar às segundas e quartas-feiras, das 10h às 11:30h, na Educativa 104.7 FM podendo ser acompanhado também pelo Portal da Educativa (na aba Ouvir a Rádio) ou pela live na página do programa no facebook. Siga o programa nas redes sociais: facebook / instagram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *