plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

21 de abril de 2024 - 13:16

Mato Grosso do Sul terá Instituto Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação

 Instalação do Instituto no Estado foi anunciada na abertura da 4ª edição da reunião do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa

O governador Reinaldo Azambuja celebrou, nesta terça-feira (08), mais uma conquista do setor de Ciência, Tecnologia e Inovação de Mato Grosso do Sul que será contemplado, pelo Governo Federal, com a instalação do Instituto Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (INCT). No evento de abertura da reunião do Confap (Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa), na Rota do Desenvolvimento, o governador também ressaltou a importância do setor para desenvolver tecnologias que contribuam para a gestão pública.

“A instalação do Instituto de Ciência, Tecnologia e Inovação em MS amplia ainda mais o segmento da pesquisa no Estado, isso só contribui para o crescimento de outros vários setores”, disse.
Para Reinaldo, o campo da pesquisa, tecnologia e inovação é amplo, no que se refere ao legado que deixa para a sociedade. “Não tenho dúvida dos exemplos do setor na contribuição do desenvolvimento social, na superação da crise econômica e na geração de oportunidades. Neste momento, mais do que nunca temos que investir na ciência, tecnologia e inovação até mesmo para buscar a eficiência para o setor público”, concluiu.

Reinaldo lembrou que as gestões públicas têm hoje um passivo muito grande e que os governos devem dar respostas à sociedade. Para isso, a atual gestão manteve os recursos para o campo da pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias. “E quando possível, ampliamos os recursos por entender que isso vai contribuir para nossa gestão. Não são gastos, são investimentos”, completou.
O presidente do Confap, Sérgio Luiz Gargione, disse 55% dos empreendedores brasileiros têm doutorado ou estão em fase de conclusão. “Em Mato Grosso do Sul a agroindústria precisa da pesquisa para avançar e investimentos no setor torna qualquer segmento mais competitivo”, ponderou. Para ele, a participação do Governo de Mato Grosso do Sul em eventos que debatem a Ciência, Tecnologia e Inovação só fortalece o setor.

Mário Neto Lopes, presidente do Centro Nacional de Pesquisa e Tecnologia (CNPT), falou que o Brasil já tem o reconhecimento internacional no campo da pesquisa, mas deixa a desejar quando se trata de inovação. Segundo ele, a presença do governador Reinaldo Azambuja na reunião da Confap, demonstra a importância que essa gestão dá ao segmento de Ciência, Tecnologia e Inovação.

“O Brasil é bom em pesquisa, mas deficiente em inovação. Pesquisa é transformar recurso em conhecimento e inovação é transformar conhecimento em riqueza, nós estamos precisando aprender isso e sua presença Governador, nos eventos de ontem e hoje, mostra a sua atenção para esse pilar tão importante que sustentará as gestões públicas incentivando o desenvolvimento”, concluiu.

Confap

O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul por meio da Secretaria de Estado de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação e da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia (Fundect) realiza, hoje e amanhã, a 4ª edição anual da reunião do Confap.

Na última reunião do Conselho, que ocorreu no Maranhão, foi discutida a urgência em reverter o status da Ciência e Tecnologia de gasto para investimento, como forma de retomar o crescimento brasileiro.

Confira fotos da abertura do evento aqui.

Texto: Beatricce Bruno.

Fotos: Chico Ribeiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *