plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour
Pular para o conteúdo

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

26 de maio de 2024 - 14:41

Jornal do Rádio: “Leilão de virgem” na internet é uma causa de suicídio, alerta pesquisador

A depressão é a principal causa que leva pessoas a cometerem suicídio, mas há ainda outras causas que contribuem para o ato, como a desilusão e a humilhação perla exposição de fotos íntimas na internet. Nesse caso, os adolescentes são vítimas do chamado “leilão de virgem”. O alerta é do professor e pesquisador Edilson dos Reis, em entrevista ao Jornal do Rádio e Jornal da TVE.

P1140023
Professor Edilson dos Reis (foto: Rogério Medeiros)

De acordo com o professor, que também é capelão do Corpo de Bombeiros e coordenador do Grupo de Estudo e Pesquisa em Bioética do Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian, da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), como “questão de saúde pública, o suicídio precisa de atenção especial, mas infelizmente a prevenção e controle não são tarefas fáceis, isso envolve uma série de atividades que variam desde melhores condições para a criação das crianças e dos jovens, passando pelo tratamento efetivo de transtornos mentais, até o controle dos fatores de riscos ambientais”.

O “leilão de virgem” é organizado por adolescentes com o objetivo de expor e ridicularizar as vítimas, que na maioria dos casos é seduzida a expor o corpo. Não há estatística específica, mas, no geral, segundo o pesquisador, pelo menos 25 pessoas cometem suicídio diariamente em todo País.

Edilson dos Reis diz que a disseminação apropriada da informação e o aumento da conscientização são elementos essenciais para o sucesso de programas de prevenção do suicídio. A depressão “é tratada como por muitos como tabu, mas deve ser visto com muito critério e atenção, pois se trata de vidas e vidas são valorosas. O suicídio é um problema de saúde pública e precisa ser discutido e prevenido”,

Causas

As causas são inúmeras para que pessoas possam chegar a esse extremo, e de acordo com o pesquisador a sociedade deve estar atenta e principalmente os familiares. “O papel da família nestes casos é essencial, o diálogo familiar faz toda a diferença e este diálogo ainda é considerado como principal prevenção, uma vez que o amor e atenção a possíveis suicidas pode mudar toda a situação”.

O possível suicida é uma pessoa que precisa de tratamento médico e psiquiátrico, não se trata de uma simples situação e sim de tratamento psíquico e psicológico. Segundo Edilson dos Reis, os recentes casos que aconteceram na Capital se tratam de pessoas que eram pacientes psiquiátricos. “Esses casos recentes de pessoas que se jogaram de viadutos e atearam fogo no próprio corpo se trata de gente que estava fazendo tratamento médico psiquiátrico, e que por acaso, alguns pararam com tratamento, o que deixa claro que é preciso fazer o tratamento contínuo e ter acompanhamento psicológico. Não se trata de estar tratando de loucos e sim de pessoas que tem uma doença chamada depressão que é a principal causa destes atos“, explicou.

O pesquisador disse ainda que a melhor maneira de se prevenir é a união e amor e nota que a mídia deve ser criteriosa em publicar sobre casos de suicídio “principalmente no que diz respeito a família de quem se suicida. Todo cuidado é pouco, pois a mídia deve ser criteriosa ao noticiar para que não desperte em outros a coragem de cometer o ato”.

Fotos: Rogério Medeiros – RTVE

Colaborador: Willian Leite (estagiário de Jornalismo)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *