plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

18 de abril de 2024 - 00:50

Governo do Estado e MPMS firmam parceria contra corrupção

Campanhas sociais e institucionais serão veiculadas nas emissoras públicas

capaboscoO Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, através da Fundação Estadual Jornalista Luiz Chagas de Rádio e TV Educativa de MS (Fertel),e o Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MPMS) firmaram nesta sexta (23), na sede do MP, termo de parceria para veiculação, na 104 FM, TVE e Portal da Educativa, de mensagens contra a corrupção sobre as eleições deste ano, que acontecem em primeiro turno no dia 2 de outubro.

O termo foi assinado pelo Procurador Geral de Justiça, Paulo Cezar dos Passos, o diretor-presidente da Fertel, Bosco Martins, e assinaram como testemunhas o procurador jurídico da Fertel, Danilo Magalhães e o Procurador de Justiça do MP/MS, Helton Fonseca Bernardes.

O jornalista Bosco Martins destacou a parceria com o MP/MS. “Essa campanha é uma responsabilidade das emissoras públicas. O governador Reinaldo Azambuja prima pela transparência e ética no serviço público. O Portal da Transparência, por exemplo, representa um salto de qualidade neste quesito. Desde o início, o governo tem promovido ações para combater a corrupção. Todo sul-mato-grossense sabe agora para onde vai o dinheiro. Não vai mais para o ralo”, afirma o diretor.

“Essa parceria com o Ministério Público Estadual é de grande expectativa, para que juntos elevemos a democracia. Que essas campanhas possibilitem o bom exercício do voto e que a voz das urnas sejam ouvidas, sem a influência das forças com poder econômico”, completa Bosco Martins.

O Procurador Geral de Justiça também exaltou a parceria com entre MP/MS e Fertel. “A Fundação é uma instituição muito respeitada. A veiculação permitirá que as campanhas do MP alcancem a todo o MS. Podemos assim, juntos, proteger a democracia e cumprir com a função constitucional de garantir o sucesso do pleito. Levando ao conhecimento da população a função do Ministério Público, que é a de vigiar a democracia”, afirmou Passos.

O Procurador disse ainda que a cooperação as emissoras públicas de MS e o MP é uma prestação de contas à população. “É a ela quem proporciona, por meio dos impostos, o funcionamento do poder público. Temos que contribuir e promover a responsabilidade social, construir uma sociedade mais justa e ética”, completou o PGJ.

Com duração prevista até o fim do primeiro turno das eleições, o material produzido pelo MP/MS estará presente ao longo de toda a programação da rádio, da TV e na internet. Serão quatro spots educativos para rádio, dois VT’s na programação da TV e banners no Portal da Educativa, que serão exibidos até o término das eleições.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *