plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour
Pular para o conteúdo

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

19 de maio de 2024 - 06:57

Cooperação para divulgar alfândega da Capital beneficia comércio exterior

Oficializado pelo Governo do Estado em publicação no Diário Oficial de segunda-feira (15), o termo de cooperação técnica que visa divulgar os benefícios e ampliar a utilização da alfândega do terminal de Cargas do Aeroporto da Capital deve amparar diretamente o comércio exterior e a realização de grandes eventos internacionais.

O convênio celebrado entre a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, a Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul e a Infraero divulgará um meio que tornará mais competitiva e menos burocrática as operações de exportação e importação de produtos, garantindo também que parte da arrecadação permaneça em Mato Grosso do Sul.

O terminal alfandegário do Aeroporto Internacional de Campo Grande realiza as mesmas operações das aduanas presentes nos portos de Santos, Paranaguá, entre outros. A diferença está na agilidade: enquanto nas demais o processo pode durar cerca de duas semanas, na Capital o processo é finalizado em três dias.

“Trata-se de um serviço a mais para as empresas que importam e exportam, pois agora poderão fazer o desembaraço alfandegário mais ágil e prático, permitindo que os nossos produtos fiquem bem mais competitivos. Além dos custos ficarem menores e de as receitas ficarem no Estado, a outra vantagem para o empresário local é o tempo menor para regularização das suas mercadorias”, avalia o presidente da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul, Sérgio Longen.

Além das importações e exportações, beneficiadas pelo atual quadro cambial brasileiro, o terminal alfandegado abre uma nova perspectiva para eventos internacionais em Mato Grosso do Sul. Dentre os favorecidos está a 7ª edição da Conferência Mundial de Incêndios Florestais, que será realizada em 2019 em Campo Grande.

“Isso só confirma que fizemos uma excelente escolha”, avaliou a Analista Ambiental do Ibama, Lara Steil, responsável pela organização da Conferência Mundial de Incêndios Florestais, a Wildfire, que reunirá na Capital cerca de 3 mil participantes participantes e equipamentos de última geração fabricados nos 80 países que integram as 14 Redes Regionais de Incêndios Florestais das Nações Unidas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *