plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour

Institucional

FM Educativa [ AO VIVO ]

28 de janeiro de 2023 - 10:06

Campo Grande 116 anos: TVE mostra pontos turísticos e lugares tradicionais

A TV Educativa está veiculando série de programas sobre pontos turísticos e locais históricos de Campo Grande. Os programas foram apresentados nos últimos anos e estão sendo reexibidos em homenagem ao aniversário da cidade, que completa 116 anos em 26 de agosto.

Os vídeos trazem informações e imagens de prédios e localidades importantes sobre a história, expansão urbana e cultura.

Entre os lugares estão o Mercado Municipal, mais conhecido como Mercadão, o Camelódromo, a Escola Maria Constança de Barros, a Igreja São José, a Morada dos Baís, o Hotel Gaspar e o Horto Florestal, localidades que fazem parte do patrimônio histórico e cultural da cidade. A região é marcada por avenidas largas, arborizadas e dotadas de um charme especial, principalmente por conta dos ipês de várias cores.

Lago do Amor

Lago do Amor, cartão postal de Campo Grande, faz parte da reserva ambiental da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). O espaço tem esse nome em razão da grande quantidade de casais que se encontravam em suas margens para namorar.

Em 2005 o Lago foi revitalizado, atraindo mais visitantes para o local. Além dos turistas, os campo-grandenses também apreciam o lago e o que mais chama a atenção, são as capivaras. O local se tornou ponto tradicional de roda de tererê, caminhadas e contemplação da natureza.

35Escola Maria Constança de Barros Machado. A escola Maria Constança de Barros Machado é reconhecida, desde 1995 como patrimônio histórico de Mato Grosso do Sul. O prédio foi projetado na década de 50, pelo arquiteto Oscar Niemeyer, e tem a forma de um livro aberto, um apagador e um giz. Começou a ser construída em novembro de 1952 e foi inaugurada em 26 de agosto de 1954, data do aniversário de Campo Grande.

Avenida Afonso Pena

36A Afonso Pena é um dos principais cartões postais de Campo Grande. “Point” para fotografias, foi projetada na década de 1910. Em 18 de janeiro de 1916, por iniciativa do vereador Francisco Vidal, a então avenida Marechal Hermes passou a ser denominada Afonso Pena, uma homenagem ao presidente que aprovou o traçado da ferrovia de Campo Grande.

A via começa com o prolongamento da avenida Duque de Caxias, no acesso à região oeste de Campo Grande, próximo as áreas militares do Exército e da Base Aérea, e termina junto ao Parque Estadual do Prosa, na entrada do Parque dos Poderes, onde está a sede administrativa do governo estadual.

Rua 14 de Julho

34A Rua 14 de Julho é uma das mais antigas de Campo Grande, com cinco quilômetros de extensão e concentra a maior parte do comércio central. O nome remete à Revolução Francesa.

O Relógio Central que ficava entre a Rua 14 de Julho e a Avenida Afonso Pena, foi durante muito tempo palco das principais manifestações políticas e sociais de Campo Grande. Hoje uma réplica se encontra na esquina da Rua Calógeras com a Avenida Afonso Pena.

Camelódromo de Campo Grande

O Centro Comercial Popular Marcelo da Fonseca, mais conhecido como Camelódromo, foi construído em1997, para melhorar “despoluir as calçadas, ocupadas por ambulantes, e dar condições de renda aos vendedores e feirantes.

Parque das Nações Indígenas

10455171_10201701411456905_3271650818772777907_nCampo Grande é uma das cidades com maior taxa de arborização, com vários parques. O Parque das Nações Indígenas é um dos maiores do mundo dentro de um perímetro urbano, com 119 hectares.

(Fotos: Edmir Conceição)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *