“Fortalecendo a cultura regional”, Reinado Azambuja abre o 12º Festival América do Sul Pantanal

Compartilhe:

Corumbá (MS) – No embalo do samba e fortalecendo a cultura regional, o governador Reinaldo Azambuja abriu, na noite desta quinta-feira (20), o 12º Festival América do Sul Pantanal, realizado pelo Governo de Mato Grosso do Sul em Corumbá e Ladário, no Brasil, e em Puerto Quijárro e Puerto Suarez, na Bolívia.

“Com criatividade e parceria pudemos fazer esse festival e eu tenho certeza que ele será um sucesso, assim como foi em Bonito, no Festival de Inverno. Aqui estamos, principalmente, fortalecendo a cultura regional, dando oportunidade aos artistas locais, mas trazendo também artistas de fama nacional. O importante aqui é a presença das pessoas. Aqueles que nos visitam, tanto de Mato Grosso do Sul, quanto de outros estados e de outros países, são bem-vindos”, falou.

JBC_7412

Antes de abrir o festival, Reinaldo percorreu os estandes de artesanatos sul-americano, com objetos de países como Uruguai, Argentina e Peru, entre outros, e assistiu ao desfile das 10 escolas de samba de Corumbá, que juntas formaram uma só agremiação com centenas de sambistas, ritmistas, passistas, baianas e outros.

Também antes da abertura oficial, que teve show pirotécnico e apresentação da Banda Municipal Manoel Florêncio e Coral Cidade Branca, o governador inaugurou a Exposição de Artes Plásticas e Fotografia do Festival América do Sul Pantanal, no Sesc Corumbá, com obras de Humberto Espíndola e Roberto Higa.

“Ter essa integração sul-americana é importante. Acho que vale a pena esse novo formato do festival, dar continuidade a festa e experimentar esse novo jeito, idealizado pela Fundação de Cultura do Estado, do Município e parceiros”, comemorou o governador.

O secretário estadual de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação, Athayde Nery, destacou o momento de agradecimento aos parceiros e a população e classificou a abertura oficial como “mágica”. O prefeito Paulo Duarte lembrou da capacidade de mobilização das pessoas, dizendo que o festival “é do sul-americano, do artista e do povo pantaneiro”.

Apoio ao artista

Durante a abertura do festival, o Governo de Mato Grosso do Sul firmou termo de intenção com a Secretaria de Estado de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação (Sectei) e a Fundação Estadual de Trabalho (Funtrab) para disponibilização de linhas de microcrédito nas Casas do Trabalhador de todo o Estado para artistas empreendedores.

Texto: Bruno Chaves
Fotos: Jessica Barbosa


Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *