plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour
Pular para o conteúdo

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

12 de junho de 2024 - 23:26

Ayache vai ao Bom Dia Campo Grande convidar associados para votar em eleição da Cassems

Presidente está à frente de chapa única inscrita no pleito, cuja votação acontece das 8h às 18h desta sexta-feira (1º)

Ayache reforçou importância de os associados participarem da eleição da Cassems. (Foto: Arquivo Pessoal/Reprodução)
Ayache reforçou importância de os associados participarem da eleição da Cassems. (Foto: Arquivo Pessoal/Reprodução)

Acontece nesta sexta-feira (1º) de março a eleição para a presidência da Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores do Estado de Mato Grosso do Sul). Realizado com chapa única, o processo eleitoral deve reconduzir o médico Ricardo Ayache ao comando da instituição, tendo como vices Ademir Serra e Alexandre Junior. Apesar de não haver exatamente uma disputa em jogo, Ayache tem percorrido órgãos estaduais para mobilizar o funcionalismo a votar em uma eleição história, que marca a “maioridade” da instituição.

Ayache concedeu entrevista ao Bom Dia Campo Grande desta quinta (28), ocasião em que reforçou o convite para os servidores estaduais da ativa e aposentados, que sejam partícipes titulares da Cassems, participarem da eleição. “Não estou fazendo campanha porque não há disputa, mas colocamos à prova e ao diálogo a nossa gestão”, declarou à Educativa 104.7 FM.

Ciclo

Dizendo-se motivado para um novo ciclo de três anos à frente da entidade, Ayache lembrou que a instituição completa 18 anos neste dia 1º, período em que “saímos do descrédito absoluto quando surgiu a Cassems, após a extinção do Previsul, para hoje sermos uma das maiores empresas brasileiras. Muita coisa aconteceu ao longo do tempo e tenho absoluta convicção de que, o mais importante, além desses processos de gestão, de empreendedorismo, foi a participação dos servidores nessa construção”.

Desde 2010, quando sucedeu Lauro Davi, Ayache está à frente da Cassems, período no qual, com o apoio de diretores e conselheiros, participou de um processo de estruturação que permitiu à Caixa, por exemplo, “implantar mais cinco hospitais. Em Nova Andradina o prédio era alugado e, hoje, ampliamos e reformamos o hospital. Compramos em Naviraí, onde ampliou e reformou. Compramos em Três Lagoas, que terá UTI Neonatal e Hemodinâmica, de extrema importância já que a cidade é a mais importante da região que mais cresce no Estado, a Costa Leste, e será o único hospital com esses serviços, atendendo também doenças cardiovasculares”.

Ele lembrou da implementação dos mesmos serviços em Corumbá, que também terá uma unidade semi-intensiva que ajudará no socorro a pacientes em toda a região do Pantanal que, hoje acabam removidos para a Capital. Em paralelo, lembrou de ações como a Cassems Itinerante, que leva especialistas ao interior nos locais onde os especialistas não estão presentes, e o Ônibus da Saúde, que realiza ações de prevenção ao câncer. Ao mesmo tempo, lembrou dos investimentos em Campo Grande, onde em 21 de março inaugura o CTI Pediátrico no hospital, “mais uma estrutura que envolve uma grande demanda e deficiência no setor no Estado”.

Projeto

Apesar da evolução da estrutura, Ayache afirma que a parte mais fácil é inaugurar o hospital, estando a dificuldade no custeio do plano de saúde. “Este é um dos maiores desafios que todo o gestor de saúde do mundo tem nas próximas décadas, especialmente no Brasil. Passamos por um processo de envelhecimento muito rápido da população. O que países levaram 100 anos para encarar, estamos enfrentando em 50”, disse, lembrando do aumento da taxa de desemprego e da longevidade da população.

Segundo ele, os planos de saúde estimam, até 2030, elevar em 150% seus custos de operação com o envelhecimento de seus clientes. Para fazer frente a questão, a Cassems aposta em questões de saúde preventiva, que incluem a Clínica da Família, “que funciona muito bem resgatando a figura do clínico-geral, o médico da família, que acompanha ao longo da vida o paciente”.

“Temos de trabalhar muito para, de um lado, controlar os custos assistenciais, manter os administrativos enxutos e fazer a rede de atendimento ser ampliada, para dar a qualidade desejada por todos e dar ao plano autossuficiência fundamental para nossa sobrevivência futura”. Segundo Ayache, “estamos projetando a Cassems para o futuro”.

Como votar

A votação para a presidência da Cassems será realizada das 8h às 18h em todas as unidades da Caixa de Assistência. “A eleição é muito importante porque fortalece a Cassems, um dos poucos planos do país onde há processo de voto direto para eleger dirigentes”, afirmou Ayache, reiterando que a formação de uma chapa única é resultado do bom diálogo na instituição. “É muito importante que todos compareçam para fortalecer o nosso plano de saúde mas, também, garantir que a participação nossa vai estruturar um futuro melhor para todos os servidores”.

Para votar, basta comparecer aos locais de votação portando documento pessoal com foto e a carteirinha da Cassems nos horários indicados.

Sintonize – Com produção de Lívia Machado e Rose Rodrigues e apresentação de Maristela Cantadori e Anderson Barão, o Bom Dia Campo Grande traz informações relevantes para o seu dia a dia por meio de um noticiário completo e entrevistas sobre temas variados. O programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 7h às 8h, na Educativa 104.7 FM, podendo ser acompanhado também pelo Portal da Educativa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *