plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour
Pular para o conteúdo

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

20 de junho de 2024 - 12:09

Yeltsin Jacques é campeão mundial de paratletismo nos 1.500m

É ouro para o Brasil e para Mato Grosso do Sul. Yeltsin Jacques sagrou-se, na madrugada desta quinta-feira (13), campeão dos 1.500 metros da classe T11 (atletas cegos) no Campeonato Mundial de Atletismo paralímpico, em Paris, na França. O sul-mato-grossense é contemplado pelo Bolsa Atleta, programa do Governo de Mato Grosso do Sul, coordenado pela Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer) e Setescc (Secretaria de Estado de Turismo, Esporte, Cultura e Cidadania).

Após o bronze nos 5.000 metros na última segunda-feira (10), o atleta de Mato Grosso do Sul desta vez subiu ao lugar mais alto do pódio ao completar a prova em 4min03s83, novo recorde do campeonato, ao lado do atleta-guia Edelson Avila. O japonês Kenya Karasawa terminou em segundo lugar, com a marca de 4min08s26. Já Aleksander Kossakowski, da Polônia, fez 4min08s34 e ficou com a medalha bronzeada.

Com o ouro, Yeltsin repete seu feito na Paralimpíada de Tóquio-2020, quando venceu os 1.500 metros com direito a recorde mundial, chegando ao tempo de 3m57s60. “Muito feliz com o resultado. Sensação de missão cumprida. Não estava muito em ritmo de competição, mas conseguimos fazer um bom trabalho junto com toda a nossa equipe multidisciplinar”, salientou o fundista de 31 anos, em entrevista ao CPB (Comitê Paralímpico Brasileiro).

Yeltsin chegou ao ouro com o atleta-guia Edelson Avila

“A rivalidade com o japonês [Kenya Karasawa] é muito boa dentro da pista, porque somos amigos fora dela. Eu fiquei na frente o tempo todo, mas sabia que ele iria vir atrás. Mas meu biotipo e minha genética me ajudam bastante, consigo ser rápido na chegada. Eu sabia que se chegasse nos últimos 500 metros na frente, dificilmente perderia. Agora, é ajustar os detalhes para os próximos desafios. No ano que vem, teremos dois ouros aqui em Paris se Deus quiser”, completou Yeltsin, que já sentiu o “frio na barriga” um ano antes da Paralimpíada de Paris-2024.

O Campeonato Mundial de Atletismo paralímpico de Paris é o primeiro após a Paralimpíada de Tóquio-2020 e é considerado o maior evento paralímpico a ocorrer na capital francesa antes dos Jogos Paralímpicos de Paris-2024. Com disputas no Estádio Charlety, a competição teve início em 8 de julho e segue até o dia 17. O Brasil está sendo representado por 54 atletas e atualmente está na vice-liderança do quadro geral de medalhas da competição, com 22 pódios no total (oito ouros, seis pratas e oito bronzes). Os brasileiros estão somente atrás da China, com 24 no total (11 ouros, sete pratas e seis bronzes).

Lucas Castro – Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte)

 Fotos: Alessandra Cabral/CPB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *