plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour

Institucional

FM Educativa [ AO VIVO ]

8 de fevereiro de 2023 - 07:05

Servidores da RTVE discutem promoções e ajustes funcionais com Sindicato

Os servidores da Rádio e TV Educativa começaram a discutir nesta terça-feira com a diretoria do Sindicato dos Trabalhadores e Servidores da Administração do Estado de Mato Grosso do Sul (Sindsad-MS) reivindicações das diversas categorias da Fundação Estadual Jornalista Luiz Chagas de Rádio e TV Educativa (Fertel).

sindicato
Principal reivindicação apresentada na primeira reunião é a transposição de letras que permite a promoção

De acordo com a presidente do Sindicato, Lilian Fernandes, essa é a primeira de uma série de reuniões que o Sindisad-MS está realizando com os servidores para levantar distorções funcionais, reenquadramento e promoções. A reclassificação de cargos e salários é outra questão, mas que será detalhada após a análise de caso a caso, como é a situação de servidores que estão com promoções congeladas por questões burocráticas.

Além da presidente do Sindisad-MS, participaram da reunião a vice-presidente Ceres Gonçalves, e a secretária de Imprensa e Comunicação da entidade, Estela Cáceres Franco. “Estamos levantando as reivindicações de acordo com os cargos e não funções”, esclareceu a presidente do Sindisad, lembrando que a regularização funcional está sendo estimulada pelo Governo do Estado por meio do Fórum Dialoga, criado pelo governador Reinaldo Azambuja para ser um canal aberto da administração com o servidor.

O diretor-presidente da RTVE, jornalista Bosco Martins, que está na presidência da Fertel pela terceira vez e conhece a fundo a estrutura funcional das emissoras do Estado, destacou a ação do Governo ao estimular a discussão sobre as necessidades e reivindicações do funcionalismo, por meio do programa Dialoga.

3333
Lilian Fernandes, presidente do Sindisad-MS, e o diretor-presidente da RTVE, Bosco Martins

Bosco Martins destacou o “espírito democrático” do governador Reinaldo Azambuja nas relações com os servidores, lembrando que “desde o início dessa gestão o governador se mostrou preocupado em não apenas abrir um canal de conversação, mas de acabar com distorções, observando que o grande patrimônio do Estado são seus servidores, estabelecendo logo no início canal de discussão sobre a política salarial e condições de trabalho”.

Comissão

De acordo com a secretária de Imprensa e Comunicação do Sindicato, Estela Cáceres Franco, as discussões, principalmente em torno das promoções, vão prosseguir através de uma comissão provisória formada por três servidores da Fertel, já que será necessário analisar caso a caso de servidores que tiveram a transposição de letras no quadro de classificação retardada nos últimos anos, provocando o “engessamento” da ascensão funcional.

“Optamos em indicar comissões provisórias porque os servidores que tiverem seu tempo tomado em razão do trabalho que desempenham em seus departamentos e áreas de atuação, poderão ser substituídos por outros e assim dar continuidade aos entendimentos”

“O importante é sistematizar as reivindicações e fazer com que elas cheguem aos canais competentes, como a Secretaria de Administração e ao governador Reinaldo Azambuja”, informou a diretoria do Sindsad, que foi fundado em 1982 e hoje representa 11 carreiras.

(Fotos: Rogério Medeiros)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *