Reinaldo Azambuja é o entrevistado em programa que comemora o 1º ano do Panorama MS

Compartilhe:

Governador concedeu entrevista a Gisllane Leite e Carlos Filho na qual analisa sua gestão e trajetória política; programa vai ao ar em 30 de outubro na TVE Cultura MS

Um primeiro ano de segundo mandato de dificuldades, sentidas por todos os 27 governadores brasileiros, mas que, mesmo assim, atingiu resultados que colocaram Mato Grosso do Sul como o quarto no país em nível de investimentos e quinto em competitividade. E que deu prosseguimento à sua primeira administração, iniciada no auge da crise econômica e no qual, mesmo assim, o Estado continuou crescendo. Este é o balanço feito pelo governador Reinaldo Azambuja sobre seu trabalho até aqui, e que faz parte da entrevista concedida por ele ao Panorama MS, que comemora seu primeiro ano de exibição.

Reinaldo Azambuja (à esquerda) concedeu entrevista a Gisllane Leite e Carlos Filho para o Panorama MS. (Foto: Reprodução)
Reinaldo Azambuja (à esquerda) concedeu entrevista a Gisllane Leite e Carlos Filho para o Panorama MS. (Foto: Reprodução)

Os apresentadores Gisllane Leite e Carlos Filho entrevistaram Reinaldo em seu gabinete, na Governadoria, em Campo Grande, na primeira edição do programa feita fora dos estúdios da TVE Cultura MS. O programa vai ao ar na quarta-feira (30), às 10h.

Além de uma reflexão sobre as dificuldades e resultados positivos da administração, o governador também revela otimismo com o futuro do Estado a partir de projetos como a rota bioceânica, destaca a busca pelo equilíbrio orçamentário, fala sobre as impressões ao longo de uma carreira política iniciada há 22 anos com a eleição para prefeito de Maracaju e da relação da política com a sociedade em tempos de aproximação.

Reinaldo também não fugiu de polêmicas, ao defender medidas adotadas por sua gestão que são tratadas como impopulares mas, reforçou ele, foram necessárias para permitir uma transformação positiva e para blindar a economia estadual –caso da reforma da previdência estadual. O que, defendeu, teve resultados no equilíbrio fiscal.

“O governante tem de tomar atitudes. Algumas impopulares, mas, se não as fizer, vai prejudicar a população”, afirmou. Tais ações, salientou ele, ajudaram o Estado a não “quebrar” e preparar o Estado para um ciclo de crescimento: ele lembrou que, entre 2015 e 2016, o PIB brasileiro encolheu 8% e, mesmo assim, o Estado continuou a crescer. “Se o Brasil crescer um pouco, Mato Grosso do Sul vai crescer três vezes mais”, destacou.

Primeiro ano do programa

O Panorama MS foi criado há um ano pela TVE Cultura MS como alternativa ao jornalismo realizado no Estado. A proposta foi focar em um tema relevante para a sociedade por edição e, com especialistas e autoridades, bem como a participação ao vivo da população, analisa-lo e detalha-lo de forma objetiva.

“O Panorama MS tem um conceito bem interessante, que foge do padrão da TV ao dar a possibilidade de aprofundarmos alguns temas, o que é difícil no jornalismo diário. Ao longo de 30 minutos, conseguimos falar de vários aspectos sobre um assunto específico”, afirmou Carlos Filho, o Professor Carlão, um dos apresentadores da atração.

Gisllane Leite, também à frente do Panorama MS, concorda. “O interessante é que conseguimos, também, analisar um assunto nacional e o regionalizar. E, a cada dia, exploramos temas variados, fazendo do Panorama MS um jornalístico também diversificado e que ajuda a desmistificar preceitos”, destacou ela. A roupagem, prosseguiu, acabou bem aceita pela população, que participa ao vivo com mensagens pelo WhatsApp (67) 99106-0300.

Diretor-presidente da Fertel (Fundação Luiz Chagas de Rádio e TV Educativa de Mato Grosso do Sul), Bosco Martins afirma que o Panorama MS atinge a um objetivo específico na grade da TVE Cultura MS, que é o de valorizar o que há de positivo no Estado.

“O programa foi idealizado para que o Canal das Pessoas possa discutir o Estado em todos os seus aspectos, inclusive positivando o cenário de Mato Grosso do Sul diante da conjuntura adversa e mostrando que há resultados positivos. Essa é uma das preocupações do governador e do nosso secretário de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, e o Panorama MS cumpre com as expectativas”, disse Bosco. “O programa, hoje, consolida-se como um dos programas de opinião mais importantes em nossa grade e com repercussão junto a população”.

Assista – Apresentado por Gisllane Leite e Carlos Filho, o Panorama MS tem produção de Yara Martins, Elza Recalde e Heloisa Mandetta (diretora de Redação do Jornalismo da TVE Cultura MS), e edição e direção de Nadjanara Morbeck. O programa debate, diariamente, temas de relevância para a população do Estado e do Brasil. O programa vai ao ar ao vivo, a partir das 10h, na TVE Cultura MS e também no Portal da Educativa.


Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *