Procon-MS Responde: pesquisa mostra queda em preço de brinquedos, mas variação supera os 420%

Compartilhe:

Marcelo Salomão apresentou na Educativa 104.7 FM dados de levantamento feito em 8 estabelecimentos de Campo Grande de olho no Dia das Crianças
Procon-MS consultou 8 estabelecimentos da Capital e divulgou resultado de pesquisa envolvendo 119 presentes para o Dia das Crianças. (Foto: Divulgação)
Procon-MS consultou 8 estabelecimentos da Capital e divulgou resultado de pesquisa envolvendo 119 presentes para o Dia das Crianças. (Foto: Divulgação)

Pesquisa divulgada pelo Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato Grosso do Sul) tendo como foco o Dia das Crianças aponta queda no preço de brinquedos em estabelecimentos comerciais de Campo Grande na comparação com o mesmo período do ano. Contudo, a variação entre o custo do mesmo produto entre diferentes lojas segue alta, chegando a 426,36%.

Os números foram apresentados nesta segunda-feira (7) pelo superintendente do órgão, Marcelo Salomão, durante o quadro Procon-MS Responde do Bom Dia Campo Grande. “Na pesquisa, encontramos variação alta, de mais de 420%, do mesmo produto entre estabelecimentos, mas também encontramos redução de preços no comparativo do ano anterior. Isso mostra que pesquisa é fundamental para consumidor economizar”, disse ele na Educativa 104.7 FM.

Salomão frisou que a pesquisa envolveu o mesmo produto, de uma mesma marca, em lojas diferentes. Realizado entre 24 de setembro e 1º de outubro deste ano em oito estabelecimentos, o levantamento envolveu 155 produtos, dos quais foram divulgados os 119 encontrados em mais de três locais. A maior variação envolveu um modelo de triciclo com haste.

Com relação aos valores de 2.019, os estabelecimentos pesquisados foram: Havan no bairro Coronel Antonino, Americanas na rua Marechal Rondon, Paulistão na rua Rui Barbosa, Prrlimpimpim na Marechal Rondon, Ri Happy no shopping Campo Grande, Walmart na avenida Mato Grosso, Zaz Traz na rua Goiás e Tony Toys no shopping Bosque dos Ipês.

Já na comparação com 2018, as reduções chegam a 30% em relação ao item.

Os dados deste ano podem ser consultados clicando aqui. Já o comparativo de preços com o ano passado estão à disposição neste link. Os dados também constam no site do Procon-MS, em http://www.procon.ms.gov.br.

Salomão frisou a importância de se pesquisa antes de comprar, mas salientou também que os consumidores devem tomar outros cuidados na hora de levar o produto para casa.

“Procure as lojas credenciadas, evitando produtos falsificados, que não tem garantia, para não ter dissabores. E teste o produto antes de levar para ver se funciona corretamente. Recebemos denúncias sobre lojas na Capital e no Interior apontando que, ao chegar na residência, o consumidor descobre que o produto não é aquilo que foi anunciado”, disse.

O superintendente ainda pede que, em caso de problemas com a compra, que se entre em contato primeiro com o fornecedor para tentar resolver o problema imediatamente. “E, se não lograr êxito, que procure o Sistema Estadual de Defesa do Consumidor, nos Procons Estadual e municipais, para que possamos resolver e ajudar na busca de uma solução”, emendou Salomão. Ele ainda reiterou que, em caso de defeito ou dano causados antes da compra, a obrigação da loja é de realizar a substituição ou devolver a quantia paga.

Outra questão envolve o preço anunciado. “Se o fornecedor prometeu um preço anunciando em tabloide ou outro canal de comunicação, é obrigado a cumprir. É fundamental checar se o preço anunciado é o mesmo cobrado. Se não for, denuncie”, destacou Salomão, pedindo ainda que o comprador fique atento para evitar a venda casada –quando, para uma compra, o estabelecimento induz ou condiciona a aquisição de outro item ou serviço, como garantias estendidas ou seguros. “Compre só o que você deseja comprar, ninguém é obrigado a levar um produto condicionado a outro ou a um serviço”, complementou.

O Procon-MS Responde é um dos quadros do Bom Dia Campo Grande que discutem assuntos de relevância para os ouvintes –como Direito do Consumidor (às segundas-feiras), Direito Trabalhista e Previdenciário (terças), Saúde (quartas) e Mercado de Trabalho e Empreendedorismo (quintas). Você pode participar enviando suas dúvidas e sugestões de temas aos profissionais parceiros da Educativa 104.7 FM por mensagem de texto ou de voz pelo WhatsApp (67) 99333-1047 no pelo e-mail reporter104fm@gmail.com.

Sintonize – Com produção de Rose Rodrigues e Alisson Ishy e apresentação de Maristela Cantadori e Anderson Barão, o Bom Dia Campo Grande permite a você começar o seu dia sempre bem informado, por meio de um noticiário completo, blocos temáticos e entrevistas sobre assuntos variados. O programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 7h às 8h30, na Educativa 104.7 FM e pelo Portal da Educativa.  Os ouvintes podem participar enviando perguntas, sugestões e comentários pelo WhatsApp (67) 99333-1047 ou pelo e-mail reporter104fm@gmail.com.


Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *