plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

4 de março de 2024 - 19:46

Procon divulga pesquisa de preços e orienta consumidores para a Black Friday

Campo Grande (MS) – Em ação preventiva, a Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon/MS), ligada à Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), está divulgando lista de preços para orientar os consumidores neste black friday. A ação de segurança está sendo realizada pelos Procons de todo o país, que fazem recomendações para garantir boas compras no dia 25 de novembro.

Em Mato Grosso do Sul, a Superintendência realizou pesquisa prévia para verificar preços, a fim de possibilitar que o consumidor compare e verifique se o desconto anunciado durante a black friday é real.

Pesquisa de preços

A pesquisa incluiu 25 itens da chamada linha branca, eletrônicos e eletro portáteis mais vendidos, como celulares smartphones. Os preços dos produtos foram conferidos pelos técnicos do Procon, no período de 24 a 27 de outubro. Foram pesquisados itens de 12 lojas físicas de Campo Grande e 10 estabelecimentos de e-commerce.

De acordo com a Superintendente para Orientação e Defesa do Consumidor, Rosimeire Cecília da Costa, o objetivo é oferecer subsídios aos consumidores para a comparação de preços, que permitam verificar se os descontos para os produtos participantes da black friday são efetivos.

Caso solicitado pelos Procons, as empresas deverão disponibilizar informações que comprovem que não houve manipulação dos preços. Os descontos para os produtos participantes não podem sofrer aumento prévio do preço sobre o qual irá incidirá o desconto anunciado.

A pesquisa completa pode ser consultada no site www.procon.ms.gov.br, no item “Pesquisa de Preços”, ou clicando aqui.

Recomendações

Entre as recomendações está a de que o serviço de atendimento ao consumidor seja adequado e efetivo, de acordo com o horário de funcionamento do estabelecimento para o evento. No caso das lojas online, o atendimento deve ser realizado 24 horas, da meia-noite até as 23h59 de 25 de novembro, por chat, principais redes sociais ou telefone.

Está recomendado às empresas que disponibilizem estrutura e equipe adequadas para atendimento do público no dia da ação no caso das lojas físicas, e reforcem a infraestrutura dos sites para melhorar a estabilidade, evitando a ocorrência de oscilações decorrentes do grande volume de acessos. É importante que os produtos participantes da ação sejam identificados nas lojas e materiais de comunicação, contendo, ainda, a informação de que há restrição de estoques.

Para os sites, houve a orientação de que a identificação visual dos produtos participantes da Black Friday seja ostensiva no produto ou em ambiente separado (hot site e/ou na página principal do próprio site). A vantagem oferecida precisa ser claramente identificada no produto.

As empresas do e-commerce foram orientadas a informar o consumidor que o fato de colocar o produto no carrinho não significa que ele esteja garantido, ou seja, a reserva somente será feita após a finalização do pedido e a aprovação pela operadora de cartão.

A Superintendente orienta que, antes de efetuar a compra, o consumidor pesquise o preço do produto que pretende adquirir e as condições de pagamento disponibilizadas pelos diversos fornecedores. No caso das compras online, é importante printar telas e todas as comunicações realizadas com o fornecedor.

Com relação às compras online, Rosimeire alerta quanto à importância de verificar a segurança do site, se o endereço apresenta o protocolo https, verificado na barra do navegador e uso de certificados. “O consumidor deve optar por sites com boa reputação, verificar se no navegador de acesso à internet é exibido um ícone em forma de cadeado colorido e fechado”, ressalta. Ao clicar em cima do cadeado, deve aparecer o certificado de segurança do site.

Caso o consumidor tenha reclamações ou dificuldades, pode acionar o Procon/MS pelo Disque Denúncia 151 ou pessoalmente na Rua 13 de junho, 930, centro, em Campo Grande. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7 às 19 horas.

Keyla Tormena – Assessoria de Comunicação da Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon/MS).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *