plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

25 de abril de 2024 - 02:35

MS levará experiências da fronteira para evento sobre políticas públicas para mulheres

A experiência de mulheres empreendedoras da região de fronteira de Mato Grosso do Sul servirá de exemplo para o debate em torno de ações de prevenção e combate à violência contra a mulher. Este é um dos enfoques que será apresentado pelo Estado no seminário ‘Codesul – Políticas públicas para mulheres: a mulher do séc. XXI’, que será realizado em Curitiba (PR), em junho de 2017, com recursos do Governo do Paraná.

O seminário é uma realização da Comissão Permanente de Políticas Públicas para Mulheres, que se reuniu em Campo Grande nesta terça-feira (6) para elaborar o cronograma de atividades do evento. A terceira reunião da Comissão – a primeira foi em Curitiba e a segunda em Florianópolis – teve representantes dos quatro estados participantes do Conselho de Desenvolvimento e Integração do Sul (Codesul) e definiu as abordagens que serão apresentadas dentro dos eixos definidos para cada um dos estados participantes.

A experiência de mulheres da fronteira fica dentro do eixo de debates ‘Empoderamento e empreendedorismo feminino’, destinado para Mato Grosso do Sul. “Vamos falar de empreendedorismo abordando a participação da mulher nos arranjos econômicos e mostrar as experiências que temos com mulheres em vários ambientes, tais como na agricultura familiar e na economia criativa”, adianta a subsecretária de Políticas para Mulheres do Governo do Mato Grosso do Sul, Luciana Azambuja.

Além desta abordagem, a subsecretária também vai levar o tema da autonomia econômica e social da mulher na faixa de fronteira. “Vamos abordar a autonomia econômica e social como porta de saída da violência para a região de fronteira, uma questão comum a todos os estados membros”, define Luciana.

Para a diretora do Departamento de Políticas Públicas para as Mulheres do Rio Grande do Sul, Salma Farias Valencio, a reunião desta terça foi decisiva por dar ao evento o caráter de definição de políticas públicas que possam ser replicadas entre os estados. “O seminário será voltado para as formas de enfrentamento, não vamos somente levantar as questões mas apontar ações que possam ser implementadas porque, infelizmente, não podemos falar de mulher sem falar em violência”, disse.

Salma considera assertivo o enfoque do empreendedorismo nas abordagens de violência da mulher. “O empreendedorismo é uma forma de prevenção à violência, um agente transformador da condição feminina”, definiu.

Para Luciana Azambuja, o tema violência feminina ganha outra conotação quando debatido em âmbito regional. “O seminário vai trazer diferentes realidades proporcionando uma integração maior para efetivar políticas comuns, uma vez que vamos debater propostas que sejam exequíveis nos quatro estados, fortalecendo o Codesul”. Juntos, os estados também ganham mais força para buscar financiadores para os projetos que surgirão para a região fronteiriça, destaca Luciana.

A reunião teve a participação do secretário adjunto da Secretaria de Estado de Governo de Meio Ambiente e Desenvolvimento, Ricardo Senna, e do Superintendente de Segurança Pública e integrante da comissão de Segurança do Codesul, Deusdete de Oliveira, os quais contribuíram com indicações e direcionamento nos seus respectivos segmentos para as apresentações do Estado.

Para apresentar os cases e levar a realidade da mulher sul-mato-grossense, a sub-secretaria contará com o apoio  Sebrae, Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer), Fundação do Trabalho (Funtrab) e Secretaria de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação (Sectei).

O seminário ‘Codesul – Políticas Públicas para mulheres: a mulher do séc. XXI’ será dividido em quatro eixos: ‘Empoderamento e empreendedorismo feminino’, pelo Mato Grosso do Sul; ‘Enfrentamento da violência contra a mulher’, pelo Paraná; ‘Impacto da participação das mulheres nas políticas públicas’, por Santa Catarina e ‘Intersetorialidade das políticas públicas’, pelo Rio Grande do Sul. A próxima reunião preparatória para o evento acontecerá em Porto Alegre.

Foto: Edemir Rodrigues

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *