plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

18 de abril de 2024 - 01:15

Minuto do Trabalhador: especialista dá dicas sobre como lidar com ambiente hostil no trabalho

Daniela Athi, da Salt 3 Gestão Estratégica de Pessoas, falou ao Bom Dia Campo Grande sobre situação comum enfrentada por muitos empregados
Ambientes de trabalho "tóxicos", nos quais o trabalhador não se sente à vontade, também prejudicam a empresa. (Foto: Life Hacker/Reprodução)
Ambientes de trabalho “tóxicos”, nos quais o trabalhador não se sente à vontade, também prejudicam a empresa. (Foto: Life Hacker/Reprodução)

Um ambiente de trabalho hostil gera descontentamento em empregados e pode afetar o desempenho da empresa. A avaliação é da Daniela Athi, diretora da Salt 3 Gestão Estratégica de Pessoas, que nesta quinta-feira (26) participou do quadro Minuto do Trabalhador do Bom Dia Campo Grande para comentar uma situação que, segundo ela, é extremamente comum e parte tanto da chefia como até mesmo dos colegas de trabalho.

Daniela fez comentários na Educativa 104.7 FM a respeito de relato de um ouvinte, que não quis se identificar, enviado pelo WhatsApp (67) 99333-1047. Ele relatou que diariamente sofre grosserias do chefe, sendo obrigado suportar a situação por necessitar do emprego, e gostaria de saber como lidar com tal fato sem ter de tomar outras providências.

“É algo bastante comum. Sempre falo em treinamentos que, quando começa a trabalhar, a pessoa é obrigada a conviver com pessoas que não escolheu necessariamente para serem suas amigas. E a necessidade faz com que precise ceder, aguentar brincadeiras e suportar formas de rotina e valores diferentes do que está acostumado”, afirmou a especialista.

Ela criticou duramente o papel de chefes e líderes que, no lugar de ajudaram a construir um ambiente saudável no trabalho, colaboram com os fatores de desagregação.

“A liderança tem o papel de ajudar a resolver conflitos. Quando a pessoa vira líder, cabe a ela ajudar na integração da equipe, transformando aquele em um local bom para trabalhar, no qual os colaboradores gostam de estar. Quando o colaborador não gosta ou há colegas que não estão à vontade no ambiente de trabalho, não tem vontade de ir trabalhar”, ilustrou.

Daniela também citou algumas armadilhas que afetam o comportamento do empregado em situações como esta, destacando que, ao serem hostilizadas, as pessoas adotam como reação um contra-ataque ou se colocam na defensiva e se fecham. A opção, nessas situações, é buscar um caminho amistoso, por mais difícil que ele possa parecer.

“O melhor comportamento é tentar quebrar essa hostilidade, tentar ser legal com o outro, não entrar em brincadeiras ou rivalidades e se posicionar”, considerou. “Em vez se defender talvez possa tentar ajudar a mudar o ambiente”. “É importante tentar mudar, posicionar-se, dizer o que não gosta e mostrar empatia por outro, que pode devolver exatamente isso”, prosseguiu.

Segundo a especialista em RH, um ambiente desagregado atinge também a empresa. “Empresas grandes e modernas investem no clima, no treinamento e na integração, para que o ambiente se torne prazeroso para as pessoas gostarem de estarem lá, de irem trabalhar. A felicidade traz resultados, é a pura verdade. Quando a pessoa gosta do que faz, se sente bem, vai trabalhar com prazer, esforça-se para dar mais e não perder aquele emprego, e não apenas está ali para sobreviver”. No caminho oposto, uma empresa também pode acabar com a saúde do trabalhador e com si mesma, com desempenhos que não são atingidos.

O Minuto do Trabalhador é um dos quadros do Bom Dia Campo Grande que trazem informações relevantes aos ouvintes sobre temas diversos –Direito do Consumidor (às segundas-feiras), Direito Trabalhista e Previdenciário (terças), Saúde (quartas) e Mercado de Trabalho e Empreendedorismo (quintas). Você pode participar enviando suas perguntas ou sugestões de assunto aos especialistas parceiros da Educativa 104.7 FM por mensagem de texto ou de voz, pelo WhatsApp (67) 99333-1047 ou pelo e-mail reporter104fm@gmail.com.

Sintonize – Com produção de Rose Rodrigues e Alisson Ishy e apresentação de Maristela Cantadori e Anderson Barão, o Bom Dia Campo Grande permite a você começar o seu dia sempre bem informado, por meio de um noticiário completo, blocos temáticos e entrevistas sobre assuntos variados. O programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 7h às 8h30, na Educativa 104.7 FM e pelo Portal da Educativa.  Os ouvintes podem participar enviando perguntas, sugestões e comentários pelo WhatsApp (67) 99333-1047 ou pelo e-mail reporter104fm@gmail.com.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *