plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour

Luta com o peso; médico destaca mudança de hábito e bariátrica como último recurso

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Campo Grande ocupa a 17ª posição no ranking do sobrepeso entre as 27 capitais do país. Os dados, relativos ao último ano, foram coletados pela Vigitel (Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico).

Segundo o relatório, 58.14% dos adultos ouvidos possuem IMC (índice de massa corporal) superior a 25 quilos. E esta luta contra o sobrepeso tem feito com que muitas pessoas recorram às cirurgias bariátricas. 

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, cerca de mil pessoas aguardam na fila do Sistema Único de Saúde (SUS) para realizar a cirurgia bariátrica, em decorrência da alta incidência de pessoas com obesidade mórbida, a qual geralmente é revertida por meio de procedimento cirúrgico.

Porém, médico que nos últimos vinte anos já realizou mais de 3 mil procedimentos, com cerca de 9 toneladas de gordura corporal eliminadas, defende que, apesar de eficaz, a cirurgia deve ser o último recurso para os pacientes obesos. O procedimento, quando indicado, deve ser acompanhado de mudança permanente de hábito e seguido por apoio psicológico constante.

Confira mais na reportagem especial de Daniela Nahas ao MS no Rádio:

Foto (Hospital Universitário / Cirurgia Bariátrica)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.