plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour
Pular para o conteúdo

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

24 de maio de 2024 - 00:25

Grupo Sobrevento comemora 30 anos de teatro em Campo Grande

 

Destaque na pesquisa de linguagem do teatro de animação, criador e diretor de grandes festivais e ponto de referência nesta arte, dentro e fora do Brasil, o Grupo Sobrevento –fundado no Rio e radicado em São Paulo– comemora 30 anos de trabalho apresentando seus dois espetáculos mais recentes, para adultos, no Museu de Arte Contemporânea (Marco). “Sala de Estar” será encenado no dia 26 de abril (terça), enquanto o espetáculo “Só” tem lugar nos dias 27 (quarta) e 28 de abril (quinta), sempre às 19h. Os ingressos podem ser trocados até uma hora antes, por 1 litro de leite + 1 quilo de alimento não perecível, que serão doados a entidades filantrópicas.

Nos dias 27 e 28 de abril, das 14h às 17h, o Sobrevento coordena oficina de introdução ao teatro de objetos. A atividade é gratuita e as inscrições podem ser feitas em www.sobrevento.com.br. Este projeto foi contemplado com o Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz/2015. A história do Sobrevento mistura-se à do teatro em Mato Grosso do Sul, pelo estreito laço que o grupo mantém com quase todos os nomes de maior destaque do panorama das artes cênicas no estado, onde tem realizado espetáculos, oficinas e festivais há cerca de 25 anos e onde tem realizado intercâmbios e colaborações artísticas com diferentes espetáculos.

Luiz André Cherubini, um dos fundadores da companhia dirigiu o espetáculo “Crianceiras”, de Márcio de Camilo e Manuel de Barros, e foi curador do Festival SESI Bonecos. Sandra Vargas é a curadora do FITO, Festival Internacional de Teatro de Objetos, que também teve lugar em Campo Grande. O grupo tem trazido quase todos os seus espetáculos a MS, valendo-se de prêmios e verbas privadas e federais para a cultura, em busca de promover a multiplicação e o desenvolvimento do teatro no estado. O srupo também se apresentou em Ponta Porã, Corumbá, Dourados e Bonito.

Sala de Estar

A fragilidade humana: este foi o ponto de partida da pesquisa empreendida pelo Grupo Sobrevento para a criação do espetáculo “Sala de Estar”. Este é um espetáculo itinerante e lembra uma instalação plástica, onde os espectadores devem se aproximar de cada cena, como para ver um quadro, o que garante à montagem um clima de intimidade e proximidade.

A peça é dividida em seis estações cênicas, onde são desenvolvidas histórias cujo estopim partiu de um segredo, de uma confissão de cada ator. Cada intérprete, ainda na fase da pesquisa, foi instado a confessar um segredo (não necessariamente ou totalmente verdadeiro), algo que, emocionalmente, fizesse diferença na trajetória de vida deles. Brotou, nesse momento, junto com o tom confessional, a fragilidade do ser humano.

O iluminador Renato Machado e o figurinista João Pimenta, artistas premiados e de grande destaque em suas áreas, ficaram responsáveis pela ambientação das cenas e ajudaram a criar módulos de grande impacto visual, onde atores e objetos se fundem aos ambientes nos quais estão encerrados, nos quais se encrustaram, por suas histórias.

Cinco personagens transformam objetos como baldes, cadeiras em miniatura, pequenos aviões e muito mais em elementos poéticos e metafóricos. “Os cinco personagens, mais que cinco vidas, são cinco caminhos que terminam por encontrar-se, nas suas solidões”, define o autor e diretor Luiz André Cherubini.

Esta é a primeira apresentação de “Só” fora da cidade de São Paulo, registre-se. A seguir, o espetáculo entra em cartaz no Rio de Janeiro.

“Só” é fruto de um intercâmbio internacional com duas referências mundiais do teatro de objetos: a artista belga Agnés Limbos, diretora da Companhia Gare Central, um dos nomes mais importantes do Teatro de Objetos no mundo, e Antonio Catalano, um dos maiores atores da Itália, artista plástico premiado na Bienal de Veneza e fundador da Casa Degli Alfieri.

O músico brasileiro Arrigo Barnabé, autor da trilha sonora original, soma-se à equipe oferecendo texturas no mínimo diferenciadas, enquanto a iluminação cabe ao premiado Renato Machado, colaborador e integrante do Sobrevento desde sua fundação. “Só” estreou em julho de 2015, no Itaú Cultural, na cidade de São Paulo, e ficou em cartaz no Espaço Sobrevento, até setembro.

Além de críticas elogiosas, o espetáculo recebeu indicação ao Prêmio APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte), como Melhor Espetáculo, e indicações ao Prêmio Aplauso Brasil, como Melhor Espetáculo e Melhor Trilha Sonora Original. A pesquisa partiu do livro “O Desaparecido ou Amerika”, romance inacabado de Franz Kafka, escrito entre 1912 e 1914. Trata das desventuras de um rapaz alemão expulso de casa pelos pais, depois de ter engravidado a empregada.

Com a colaboração de artistas de peso, o Sobrevento pôde chegar a um espetáculo maduro, digno de comemorar uma trajetória ininterrupta de 30 anos de trabalho, dedicado à pesquisa do Teatro de Animação para adultos. Só traz um novo olhar para o Teatro de Objetos.

Serviço

Espetáculo “Sala de Estar”

Terça (26.04) – 19h

Ingressos disponíveis uma hora antes, no local. Cada ingresso pode ser trocado por 1 litro de leite + 1 quilo de alimento não perecível, que serão doados a entidades filantrópicas. Lotação: 90 lugares. Não recomendado para menores de 16 anos.

 

Espetáculo “Só”

Quarta (27) e quinta (28) – 19h

Ingressos disponíveis uma hora antes, no local. Cada ingresso pode ser trocado por 1 litro de leite + 1 quilo de alimento não perecível, que serão doados a entidades filantrópicas. Lotação: 100 lugares. Espetáculo não recomendado para menores de 16 anos.

 

Oficina “Introdução ao Teatro de Objetos”

Com Sandra Vargas

Quarta (27) e quinta (28) – 14h às 17h

 

ENTRADA FRANCA – Inscrições em http://sobrevento.com.br

Ou pelo link  www.sobrevento.com.br/oficinamy2015.php

Museu de Arte Contemporânea – Rua Antônio Maria Coelho, 6000, Parque das Nações Indígenas, em Campo Grande. Telefone: (67) 3326-7449.

 

(Assessoria de imprensa Sectei/FCMS)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *