plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour
Pular para o conteúdo

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

18 de junho de 2024 - 12:35

Governo e Rede de Proteção vão ampliar ações de combate à violência sexual infantil

Em encontro na governadoria na tarde desta segunda-feira (5),  o governador Reinaldo Azambuja e a Rede de Proteção à Infância de Mato Grosso do Sul discutiram maneiras de ampliar políticas públicas de combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes.

Composto por integrantes da sociedade civil organizada e dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, a Rede de Proteção entregou ao governador um documento com as principais demandas do grupo, elaborado após ações do programa “Maio Laranja”.

Na reunião, o governador citou exemplos de investimentos que podem ser feitos: fortalecimento dos conselhos tutelares, ampliação de estruturas esportivas e interiorização de delegacias especializadas de polícia. “A Rede vai definir ações para o Governo implementar”, disse.

Liderado pelo deputado Herculano Borges, Rede de Proteção apresentou demandas ao governador

Idealizador do programa “Maio Laranja”, de combate à violência sexual contra crianças e adolescentes, o deputado estadual Herculano Borges afirmou que o objetivo “é tornar Mato Grosso do Sul referência nacional”. “Agora vamos dar continuidade na estruturação da Rede”, destacou.

Também participaram dos debates a coordenadora de Infância e Juventude do TJMS, desembargadora Elizabete Anache; a defensora pública geral de MS, Patrícia Cozzolino; a promotora de Justiça de Dourados, Fabrícia Barbosa Lima; a delegada Franciele Candotti, da DEPCA; o presidente do CREF-MS, Joacyr Lima de Oliveira Júnior; e a subsecretária de Políticas Públicas para Mulheres do Governo do Estado, Luciana Azambuja.

Ainda acompanharam as discussões pelo Governo do Estado os secretários estaduais Flávio César (Governo e Gestão Estratégica) e João César Mattogrosso (Cidadania e Cultura).

Bruno Chaves, Subcom
Fotos: Chico Ribeiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *