plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

1 de março de 2024 - 06:57

Gabinete de Segurança da Presidência da República explica atuação do Exército em MS; veja ofício

Campo Grande (MS) – Em ofício encaminhado ao governador Reinaldo Azambuja, o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, José Elito Carvalho de Siqueira, informa como será a atuação do Exército nas cidades de Mato Grosso do Sul onde foram registrados conflitos entre grupos de indígenas e produtores rurais nas últimas semanas.

O deslocamento de tropas das Forças Armadas para as cidades de Antônio João, Aral Moreira, Bela Vista e Ponta Porã atende uma solicitação do governador Reinaldo, que se reuniu ontem (31) com chefes da segurança pública para debater a preservação da ordem pública no Sul do Estado e evitar novos conflitos.

“Não queremos heróis e nem bandidos, como alguns aí, infelizmente, se colocam de um lado ou de outro. E nosso lado aqui é estabelecer o estado de paz, de ordem em Mato Grosso do Sul, e nós vamos ter isso com a presença do Exército coordenando as ações conjuntamente com as forças [policiais]”, disse Reinaldo em coletiva de imprensa após a reunião.

Ofício

No ofício enviado nesta terça-feira (1) para Mato Grosso do Sul, o ministro José Elito Carvalho de Siqueira ressalta a autorização da presidente Dilma Rousseff quanto ao emprego das Forças Armadas em missão da garantia da lei e da ordem nas quatro cidades do Estado.

Conforme o documento, as tropas ficarão na região até 30 de setembro. Durante esse período, os militares das Forças Armadas ficarão encarregados das operações de coordenação e controle operacional dos efetivos da Polícia Federal, Força Nacional, Polícia Civil e Polícia Militar.

Em um primeiro momento, apenas o será deslocado para as áreas de conflito. Entretanto, se houver necessidade, tropas da Marinha e da Aeronáutica poderão ser solicitadas.

Veja o ofício na íntegra aqui.

Bruno Chaves, Assessoria de Comunicação Governo do Estado.
Foto: Chico Ribeiro

Fonte: Notícias MS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *