plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

1 de março de 2024 - 10:04

Expogrande: Reinaldo anuncia lei ambiental, incremento do Fundersul e desoneração do diesel e energia

O governador Reinaldo Azambuja anunciou, na abertura oficial da 77º Exposição Agropecuária de Campo Grande (Expogrande), a regulamentação do Cadastro Ambiental Rural (CAR) e redução do ICMS do diesel e energia. As medidas estavam sendo aguardadas com expectativa e foram aplaudidas pela classe produtora, principalmente em relação ao marco regulatório ambiental previsto pelo Código Florestal e que passa a nortear a exploração da pecuária extensiva no Pantanal.

Segundo a Lei nº 12.651, de maio de 2012, em razão das mudanças nas diretrizes das áreas de proteção permanente e de reserva legal, cabe ao Estados regulamentar o Cadastro Ambiental Rural definindo os limite de substituição da vegetação nativa por pastagem cultivada.

Baseado em pareceres da Embrapa Pantanal e Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), o governador Reinaldo Azambuja baixou decreto definindo o marco regulatório da pecuária extensiva no bioma e a medida, segundo a Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul (Acrissul), tranquiliza os fazendeiros, que já tinham o balizamento da Embrapa, por meio de Nota Técnica, apontando que o Pantanal já tem alto percentual de preservação. São preservados, há mais de 100 anos, 84% de todo território pantaneiro. De acordo com o Código Florestal, o CAR é um registro eletrônico obrigatório para todos os imóveis rurais, contendo dados e mapas georreferenciados das propriedades, criando uma base de dados para o controle, monitoramento e combate ao desmatamento de florestas e outros tipos de vegetação nativa.

Como há uma diversidade muito grande das paisagens do Pantanal, em algumas áreas não há nem a necessidade de replantio em razão do manejo natural da pecuária extensiva, pois o gado está incorporado ao processo de sustentabilidade ambiental, não havendo restrição legal que inviabilize a economia.

O artigo 10 do Código Florestal define o Pantanal como Área de Uso Restrito (AUR), determinando que seu uso seja realizado de forma ecologicamente sustentável, mantendo a diversidade biológica e os processos ecológicos da região, como as inundações periódicas.

A Embrapa orienta que deve ser obedecido o critério de “relevância ecológica de tipos de vegetação” – ou seja, qual a importância ecológica de cada tipo de paisagem que ocorre no Pantanal – para a manutenção da sustentabilidade ecológica no bioma. Nesse caso, as categorias de tipo de vegetação utilizadas para cálculo de índice de diversidade de paisagem são florestas, matas ripárias (que ficam às margens de cursos d’água), cerrados ou savanas, campos altos (que não são inundáveis), campos inundáveis, campos úmidos (habitats abertos que passam boa parte do ano inundados ou úmidos, como os brejos), ambientes aquáticos e pastagens cultivadas.

O decreto do governador Reinaldo Azambuja define por recomendação técnica da Embrapa e Imasul que pela relevância ecológica o montante possível de substituição de vegetação nativa por pastagens cultivadas devem se limitar a 35% dos cerrados, 36% das florestas e 45% dos campos não inundáveis, ressalvando que os ambientes inundáveis e aquáticos não são recomendados para substituição de vegetação nativa, já que a qualidade de pastagem nesses habitats é superior, na grande maioria dos casos, às pastagens cultivadas.

As porcentagens de áreas que podem ser substituídas por pastagens cultivadas irão variar de fazenda para fazenda, de acordo com o do tipo de vegetação que houver em cada uma. Dessa forma, nenhum tipo de vegetação deverá ser drasticamente reduzido ou eliminado, promovendo a manutenção da biodiversidade e dos processos ecológicos.

OUTRAS MEDIDAS

Também foi bem recebido o anúncio do governador Reinaldo Azambuja de convocação de todos os segmentos representados no Conselho do Fundersul (Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário) para deliberar a aplicação de recursos. Até então o governo definia unilaeralmente, após aprovação da Assembleia, a distribuição dos recursos destinados à manutenção e recuperação de estradas vicinais, por onde é escoada a produção agropecuária.

A redução do ICMS do diesel e da banda vermelha da energia já tinha sido anunciada e foi confirmada pelo governador na abertura da Expogrande.

HOMENAGEM

Abílio de Barros recebe homenagem na abertura da Expogrande
Abílio de Barros recebe homenagem na abertura da Expogrande

A cerimônia de abertura da Expogrande foi marcada também por homenagem prestada ao pecuarista, advogado e escritor Abílio Leite de Barros, irmão do poeta Manoel de Barros. O lançamento do já tradicional selo comemorativo dos Correios, onde está estampada a imagem do produtor rural e conselheiro do Sindicato Rural de Campo Grande, foi outorgada pela Acrissul e pelos Correios à personalidades ligadas ao agronegócio. O selo estará em circulação durante todo o período da feira.

A trajetória do homenageado foi contada por outro produtor rural, Antônio Moraes Neto, seu amigo há 40 anos.

Para Abílio Leite de Barros, receber a homenagem foi uma honra, já que considera a Acrissul como sua casa. “Eu me sinto encabulado porque não imaginava tamanho apreço, tamanho carinho como essa homenagem. Aqui é minha casa. Tive aqui oportunidade de me promover em conhecimento, entre amigos e como pessoa”, afirmou.

O presidente da Acrissul, Chico Maia, agradeceu ao “doutor Abílio” a oportunidade de convivência e aprendizado, acrescentando que a associação se sente orgulhosa de tê-lo em seu meio. Sobre o porquê de escolher o produtor rural, Maia resumiu: “Olha esse tanto de gente aqui prestigiando esta figura. Só isso já basta para que ele fosse escolhido, mas o doutor Abílio além de ser querido por muita gente, acrescentou muito à pecuária do Mato Grosso do Sul”.

COBERTURA DA FEIRA

1429838627
Repórter Priscila Trauer (TVE) entrevista Abílio Leite de Barros

A empresária rural e primeira-dama do Estado, Fátima Azambuja, que acompanhou o governador Reinaldo Azambuja durante toda a solenidade que marcou a abertura oficial da Expogrande, destacou o crescimento da feira, a motivação e desempenho da atual diretoria da Acrissul, presidida por Francisco Maia, e elogiou a parceria do Governo do Estado, por meio da Rádio Educativa FM e TVE, para transmissão dos eventos pelas emissoras públicas. Como canais oficiais da feira, radialistas, jornalistas e técnicos da RTVE trabalharão até o dia 4 de maio na divulgação de flashes e boletins diretamente do Parque de Exposições Laucídio Coelho, além de operar o sistema de sonorização interna para anúncios e informações de utilidade pública.

(Assessoria de Imprensa – RTVE)

(Com informações da Via Livre-Acrissul – Fotos: David Magela)