Etapa 2 do Programa de Aquisição de Alimentos vai beneficiar 132 produtores de 10 cidades

Compartilhe:

Mato Grosso do Sul está inserido na segunda etapa do Programa de Aquisição Alimentar (PAA), que vai beneficiar 132 pequenos produtores de dez municípios. Serão R$ 858 mil injetados na agricultura familiar, com retorno para instituições que atuam na Assistência Social e atendem famílias em situação de vulnerabilidade.

Prefeito Odilon Ribeiro, de Aquidauana, foi o primeiro a assinar convênio para segunda etapa do PAA

O PAA na modalidade de compra com doação simultânea é realizado pelo Governo Federal por meio do Ministério do Desenvolvimento Social. Na primeira etapa, realizada em 2020, foram beneficiados 395 agricultores familiares, 78 instituições e 12 municípios, que somaram R$ 2.565 milhões.

A partir da assinatura, a Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), inicia o processo dos convênios com os municípios. A secretaria também fará a chamada pública para habilitar os produtores. Cada agricultou habilitado receberá um cartão onde o recurso será depositado diretamente. Para estar apto, o produtor tem que oferecer no mínimo três diversidades de culturas.

“O programa é importante porque ele dá segurança ao segmento da Agricultura Familiar e atende a população mais carente. Isso vai ao encontro com o que o governador Reinaldo Azambuja nos orienta sempre de integrar as ações para beneficiar várias cadeias.”, disse o secretário da Semagro, Jaime Verruck.

Nesta segunda etapa serão beneficiados os seguintes municípios:

Aquidauana, com 10 produtores e R$ 65 mil em recursos;

Brasilândia com 10 produtores e R$ 65 mil em recursos;

Caarapó com 10 produtores e R$ 65 mil em recursos;

Eldorado com 10 produtores e R$ 65 mil em recursos;

Itaquiraí com 15 produtores e R$ 97,5 mil em recursos;

Ivinhema com 15 produtores e R$ 97,5 mil em recursos;

Jaraguari com 10 produtores e R$ 65 mil em recursos;

Ponta Porã com 25 produtores e R$ 162,5 mil em recursos;

Sidrolândia com 17 produtores e R$ 110,5 mil em recursos;

Tacuru com 10 produtores e R$ 65 mil em recursos.

Prefeito de Jaraguari, Edson Nogueira também assinou documento do PAA

Ideologia do programa

O PAA, por meio da modalidade Compra com Doação Simultânea, atua em duas frentes: ao comprar o alimento diretamente do pequeno agricultor, valoriza e estimula a atividade da agricultura familiar, fortalecendo esse segmento e incentiva a organização desses trabalhadores em cooperativas ou associações.

Os alimentos adquiridos são doados às entidades da rede socioassistencial (tais como: Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), Centros de

Referência Especializado em Assistência Social (CREAS), Centros de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centros POP),

equipamentos que ofertem o serviço de acolhimento e entidades de assistência social), aos equipamentos públicos de segurança alimentar e nutricional (restaurantes populares, cozinhas comunitárias e bancos de alimentos) e, à rede pública e filantrópica de ensino.

Priscilla Peres – comunicação Semagro


Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *