plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour
Pular para o conteúdo

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

23 de maio de 2024 - 17:01

Estado busca acelerar manutenção nas rodovias com trégua das chuvas

As chuvas constantes que atingem Mato Grosso do Sul desde o início do ano têm exigido trabalho dobrado da Seilog (Secretaria Estadual de Infraestrutura e Logística) e da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos), que estão empenhadas na manutenção de rodovias, estradas e pontes de madeira para garantir a trafegabilidade na malha viária e dar segurança às pessoas.

“Sempre que a chuva dá uma trégua conseguimos acelerar os serviços de manutenção”, destacou o secretário Hélio Peluffo, da Seilog. “Por ordem do governador Eduardo Riedel, estamos de plantão permanente, atendendo rodovias pavimentadas e não pavimentadas, atuando em pontos críticos que precisam ser recuperados rapidamente. Esse trabalho é realizado em parceria com as prefeituras para garantir o escoamento da safra e o ir e vir das pessoas”, completou ele.

As ações emergenciais têm sido realizadas em todos os cantos do Estado. Em Bandeirantes, trecho da MS-245 recebeu serviços de raspagem da lama e de abertura de drenos para escoamento da água da pista. Na região de Jaraguari, equipes trabalham na MS-244, entre o distrito de Bonfim e a MS-080.

Em Ribas do Rio Pardo, são executados serviços de aterro, drenagem e espalhamento de brita, tanto na MS-357, no trecho que vai sentido a MS-245, quanto na MS-338, na parte que sai da BR-262 e segue até a MS-456. Na região de Bonito, os serviços estão concentrados na MS-178 e na MS-382, com ações de cascalhamento e tapa-buracos. Rodovias de São Gabriel, Campo Grande, Dourados, Três Lagoas, Corumbá, Naviraí e Ponta Porã também recebem as intervenções.

Contratos de manutenção firmados entre a Agesul e empresas terceirizadas também garantem a manutenção de pontes de madeira, frequentemente afetadas pelas chuvas. Na região de fronteira, a travessia sobre o Rio Verde, na MS-481, próximo à divisa de Aral Moreira com Ponta Porã, passa por obras de reconstrução, que devem ser concluídas até o início de abril. No sudoeste do Estado, na faixa de divisa de Jardim, Porto Murtinho e Bonito, a ponte de madeira sobre o Rio Perdido já foi recuperada e entregue à região.

Obras em andamento

Além de atender a manutenção e conservação das estradas, a Seilog e a Agesul seguem com o cronograma de obras em todo o Estado, explicou Peluffo, “Estamos administrando R$ 4,6 bilhões em obras, que serão concluídas a médio e longo prazo. Além disso, o governador determinou o lançamento de novas obras para seguir com a agenda de investimentos nas cidades”, ressaltou.

No rol de novos empreendimentos do Governo, diversas são as obras de implantação e pavimentação de rodovias, como as que são realizadas na MS-258, entre os distritos de Capão Seco (Sidrolândia) e Anhanduí (Campo Grande); MS-338, entre Ribas do Rio Pardo e Camapuã; MS-162, entre Maracaju e a Placa do Abadio; MS-345, entre Bonito e Anastácio; MS-382, entre Guia Lopes da Laguna e a Cabeceira do Apa (Antônio João); e MS-166, no Posto do Polaco.

“O Estado passa por muitas obras e as pessoas que transitam pelas rodovias precisam ter muita atenção. As chuvas são muito intensas e não é recomendado, neste momento, que a gente faça grandes intervenções, mas sim intervenções pontuais para que possamos retirar a safra, permitir que alunos cheguem às escolas em segurança e garantir o ir e vir de todos”, ponderou o secretário da Seilog.

Bruno Chaves, Comunicação Seilog/Agesul Foto: Agesul

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *