plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour

Institucional

FM Educativa [ AO VIVO ]

8 de fevereiro de 2023 - 06:52

Equipes de MS participam da maior competição de vôlei adaptado do país

Mato Grosso do Sul será representado por três equipes na Final Nacional de Voleibol Adaptado da terceira idade, com apoio do Governo do Estado, por meio da Setescc (Secretaria de Estado de Turismo, Esporte, Cultura e Cidadania) e Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer). O torneio reunirá as melhores equipes do país em Amparo (SP), entre os dias 26 e 29 de janeiro.
Os times do AVA/Conssol e Fênix, de Campo Grande, e a seleção Rochedo vão levar o nome do estado na competição, que envolve atletas com idade acima dos 45 anos, nos gêneros feminino e masculino. Segundo a Confederação Brasileira de Voleibol Adaptado (CBVA), o campeonato terá a presença de equipes de São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, Paraná, Rio de Janeiro e Goiás.

A competição garante vaga para o inédito Campeonato Sul-Americano de Voleibol Adaptado, que será disputado em julho, na Argentina. “Mato Grosso do Sul é uma das referências no voleibol adaptado, uma modalidade que tem crescido no país todo e exalta a melhor idade, proporcionando condicionamento físico, autoestima e bem-estar”, destaca o diretor-presidente interino da Fundesporte, Silvio Lobo Filho.

De acordo com o presidente da CBVA, Lucas Dimarco, essa será a maior edição da história da Final Nacional. Serão pelo menos dois mil participantes, de 90 equipes, em Amparo (SP). A primeira fase será de grupos e, posteriormente, as equipes classificadas se enfrentam no “mata-mata”. As categorias em disputa são +45, +58 e +68 anos.

A modalidade

O voleibol adaptado é voltado para pessoas acima de 40 anos e possui diferentes regras do vôlei convencional: permite que os atletas tenham a posse da bola, seguindo a regra de três toques. O saque é abaixo da linha do ombro e o set é encerrado em 15 pontos. Não é necessário saltar e o jogador pode recepcionar o saque segurando a bola com as duas mãos, sem tempo limite para efetuar o passe.

Lucas Castro, Fundesporte

Foto de destaque: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *