plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

16 de abril de 2024 - 14:47

Encontro estadual reúne ministras e encerra mês da mulher em MS

O Governo do Estado realiza nesta sexta-feira (31) o Encontro Estadual de Gestoras “Somos e Somamos”, que encerra a programação alusiva ao mês da mulher. O evento reúne o governador Eduardo Riedel, as ministras Aparecida Gonçalves (Mulheres) e Simone Tebet (Planejamento e Orçamento), além de secretários, autoridades e gestoras dos 79 municípios.

Entregas que buscam fortalecer as diretrizes das políticas públicas para as mulheres nas áreas de enfrentamento à violência, autonomia econômica e protagonismo, também serão realizadas pelo Governo do Estado. Uma das ações para humanizar o atendimento dado às mulheres vítimas de violência física e sexual é a inauguração do IMOL (Instituto de Medicina e Odontologia Legal), na Casa da Mulher Brasileira.

Além disso, será apresentada a nova sede do Ceam (Centro Especializado de Atendimento à Mulher) e anunciado a contratação de projetos de mulheres na ciência, através da Fundect, além de apresentar propostas para capacitação junto à Defensoria Pública e à Semadesc (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação).

Na solenidade, que será realizada às 9h no auditório do Bioparque Pantanal, também será entregue a Medalha TC Ana Neize Baltha, da Polícia Militar, uma homenagem a mulheres policiais militares, servidoras públicas e da sociedade civil que tenham se dedicado ao trabalho em prol de uma sociedade mais segura, democrática e comunitária.

Atendimento especializado

A Casa da Mulher Brasileira oferece um atendimento humanizado às mulheres vítimas de violência doméstica. A instituição, gerida pela prefeitura em parceria com os governos Federal e do Estado, foi a primeira do País a ser implementada e é referência nacional pela diversidade dos serviços oferecidos e qualidade no atendimento às mulheres vítimas de violência.

Atualmente, o local oferece serviços de acolhimento e triagem, apoio psicossocial, Deam (Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher), Juizado da 3ª Vara da Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher, Promotoria de Justiça, Defensoria Pública, serviço de promoção de autonomia econômica, espaço de cuidado das crianças – brinquedoteca, alojamento de passagem, central de transportes, Patrulha Maria da Penha, Promuse (Programa Mulher Segura) da Polícia Militar e Conte (Serviço Psicossocial Continuado).

Além da Casa da Mulher Brasileira, que é referência no atendimento em Campo Grande, as mulheres vítimas de violência também contam com o Centro de Atendimento à Mulher Cuña M’ Baretê, criado em 1999, e reestruturado em 2015 para tornar-se o Ceam (Centro Especializado de Atendimento à Mulher) Cuña M’ Baretê.

Promuse é um dos programas de atendimento às mulheres vítimas de violência no Estado

O espaço do Governo do Estado é referência no atendimento social e acompanhamento psicológico continuado para mulheres em situação de violência doméstica e familiar.

Mulheres e meninas cujos direitos foram violados são encaminhadas pela Casa da Mulher Brasileira para receber no Ceam atendimento psicossocial, incluindo psicoterapia e local adequado para acolhimento, com equipe capacitada e sensibilizada sobre a questão da violência de gênero.

O Ceam já realizou mais de 6,9 mil atendimentos na área de psicologia entre 2019 e 2022. E entre 1999 e 2022 o local já atendeu mais de 83.822 mulheres.

Natalia Yahn, Comunicação Governo de MS
Paula Maciulevicius, Comunicação Setescc
Fotos: Saul Shramm (destaque) / Álvaro Rezende (interna)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *