plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

4 de março de 2024 - 14:24

Campo Grande recebe hoje Exposição ’’Pinturas fotográficas e outros rabiscos’’

O multiartista e biólogo Ricardo Maisatto lança na Galeria de Vidro a Exposição Fotográfica “Pinturas Fotográficas e outros rabiscos”, composta por registros de tamanhos variados. A abertura acontece no dia 30 de novembro de 2016, às 20h. A exposição ficará aberta ao público de 30 de novembro à 7 de Dezembro. A visitação é gratuita.
 
A exposição apresenta fotografias do trabalho recente do artista. Maisatto busca inspiração em suas origens para fazer a composição das imagens: Biólogo de formação, tem a natureza como objeto de seu olhar, Corumbaense de berço, tem o Pantanal, o fim de tarde e a natureza dentro da cidade de Campo Grande, como tema nessas fotografias. 
 
Os registros tratam da natureza, mas a forma como o Fotógrafo desenvolve a composição em seu trabalho é inusitada, Maisatto trabalha a questão do movimento nas fotografias, criando ritmos cores e formas inesperadas. Ora, temos as cores do Pantanal, o verde, o ocre, o vermelho, ora essas cores se fundem com a cor laranja do céu ou a cor branca das garças nas composições. As garças em pleno voo, representados com o “borrão” de um movimento inesperado são o exemplo de uma de suas composições.
 
As nuances e as formas se parecem, em algumas composições, com Impressionismo e o pós-impressionismo. “Olhar o trabalho de Maisatto é intrigante. Ele desenvolve os temas de maneira intuitiva, brinca com as formas e a aleatoriedade da fotografia em movimento, consegue, inconscientemente, se aproximar do trabalho de artistas consagrados da humanidade” comenta o professor e fotógrafo Alexandre Sogabe, curador da exposição. Podemos reconhecer a semelhança entre os “jardins” de Monet e algumas fotografias de Maisatto, ou as formas de Van Gogh que Ricardo consegue desenvolver nas fotografias. Ao mesmo tempo, as fotografias causam um estranhamento entre a temática e as imagens: a natureza tem uma interpretação surrealista. O estranhamento de reconhecermos algumas das formas, mas o movimento registrado na fotografia nos mostrar outra, é um recurso muito interessante que o fotógrafo lança mão.
 
Esse é a primeira Exposição individual de Ricardo Maisatto, apesar de estar começando o trabalho como fotógrafo profissional o artista apresenta um olhar muito peculiar, que pode, ao longo de seu desenvolvimento, se desdobrar num grande artista e desde já merece ser visto com mais atenção. A exposição é a oportunidade de olhar o Pantanal através das lentes “surrealistas” do artista, ver como o fotógrafo parte do local, do Pantanal, para abstrações que se aproximam do Universal, dos trabalhos de grande mestres, é descobrir composições e formas surpreendentes, a maneira única como Maisatto interpreta a natureza. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *