Campanha para renegociar dívidas em escolas particulares é destaque no Bom Dia Campo Grande

Compartilhe:

Educativa 104.7 FM abriu espaço para Letícia Ribeiro, da ACICG, e Maria da Glória Paim, do Sinepe-MS, explicarem como funciona ação para regularizar débitos de estudantes
Letícia Ribeiro (à direita) explicou no Bom Dia Campo Grande que adesão à renegociação deve ocorrer em dias específicos, conforme a instituição de ensino. (Foto: Pedro Amaral/Fertel)
Letícia Ribeiro (à direita) explicou no Bom Dia Campo Grande que adesão à renegociação deve ocorrer em dias específicos, conforme a instituição de ensino. (Foto: Pedro Amaral/Fertel)

Foi aberta nesta semana e segue até a próxima segunda-feira (19) a primeira campanha para negociação de créditos focada exclusivamente em clientes de escolas e faculdades particulares. O esforço, que reúne 10 instituições de ensino da Capital, é realizado pela ACICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande) e o Sinepe-MS (Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino de Mato Grosso do Sul) e, já em seu primeiro dia, atraiu 80% do público-alvo das escolas que tiveram as tratativas abertas. A expectativa é de que R$ 1,5 milhão em dívidas sejam renegociados durante a campanha.

Para falar sobre a campanha inédita, o Bom Dia Campo Grande desta terça (13) recebeu Letícia Ribeiro, gestora de projetos da ACICG, e ouviu por telefone a presidente do Sinepe-MS, Maria da Glória Paim, que explicaram na Educativa 104.7 FM tanto os motivos pelos quais a ação foi lançada como os critérios para adesão.

Letícia explicou, por exemplo, que são 10 instituições de ensino particular a participarem da campanha, que terá dias específicos para negociação com cada escola ou faculdade. Na segunda-feira (12), acadêmicos da UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) e pais de alunos da Escola Fênnix puderam buscar meios de regularizar os débitos. Nesta terça, é a vez das escolas Tic Tac (pela manhã) e Sesc (o dia todo).

Quarta-feira (14), das 8h às 12h, será a vez de pais de alunos do Colégio Referencial e do Centro Educacional Século XX; e na quinta (15) a oportunidade será para matriculados nas escolas Visconde de Cairu e Sonho Meu. Sexta (16) é a vez da Libera Limes, e na segunda-feira (19) a campanha se encerra com atendimentos para a Escola Edune, das 8h às 17h.

Segundo gestora da ACICG, ação foi idealizada após o Sinepe-MS apontar preocupação com inadimplência. (Foto: Pedro Amaral/Fertel)
Segundo gestora da ACICG, ação foi idealizada após o Sinepe-MS apontar preocupação com inadimplência. (Foto: Pedro Amaral/Fertel)

As instituições selecionaram cerca de 2 mil pessoas com dívidas inscritas, que foram acionadas por carta ou mensagens de texto sobre o dia exato para comparecerem à sede da ACICG. Porém, quem perder a data, terá mais uma oportunidade de negociar. “A UCDB e a Fênixx têm reagendamentos para quarta-feira à tarde, para os estudantes não perderem a oportunidade”, disse Letícia, ao solicitar que os inadimplentes se atentem aos horários prévios.

“Mesmo quem não recebeu (carta ou mensagem) está convidado a ir na ACICG no período para identificar a escola participante e credora. Será atendido normalmente e contemplado com as mesmas condições”, destacou a gestora.

Além da associação e do sindicato, o projeto conta com parceria do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), que forneceu conciliadores qualificados da Câmara de Mediação e Arbitragem. Ao mesmo tempo, as instituições participantes forneceram condições diferenciadas para liquidação dos débitos –incluindo redução em juros e multa, parcelamentos prolongados e flexibilização dos pagamentos.

“Esse é o intuito da campanha: que as escolas e empresa levem condições especiais aos inadimplentes”, disse Letícia, que lembrou ser uma prática comum das instituições buscarem renegociar os débitos uma ou duas vezes ao ano com as famílias, porém, nem sempre com condições tão favoráveis.

Inadimplência

A campanha foi elaborada pela ACICG a partir de solicitação do Sinepe-MS, ao apontar evolução nos atrasos de pagamentos das mensalidades. “Considerando a credibilidade que a mediação atingiu desde que foi implantada e diante do índice de inadimplência das escolas, como membros da associação, achamos a ideia muito boa”, afirmou Maria da Glória. “Primeiro lugar para o aluno, pela oportunidade de quitar dívidas perante as instituições, e para as escolas receberem aquilo que, na maioria das vezes, já foi trabalhado”.

Das 176 escolas, menos de 10% aderiram à iniciativa. Segundo Maria da Glória, a campanha foi apresentada às instituições, que decidiram integrar ou não a campanha. A expectativa é de que, no futuro, haja aumento na adesão, bem como de que os recursos ajudem a movimentar a economia, “pois o dinheiro vai fazer giro no comércio de Campo Grande”.

A realização da campanha, frisou a presidente do Sinepe, foi resultado dos reflexos da crise econômica na vida das famílias, que atinge as escolas por meio do aumento na inadimplência. Segundo ela, o índice de atrasos no pagamento se aproxima dos 18%.

“No decorrer do bimestre, quando se apresenta nota ou o resultado do aluno, o pai tem a tendência de acumular duas mensalidades, o que não consideramos inadimplência porque, na maioria das vezes, considera-se três meses. Mas no fechamento do semestre há um momento de pico e a escola proporciona negociação, e também no fim do ano”, afirmou. “E a escola depende dos recebimentos também para honrar seus compromissos”.

As 2 mil pessoas selecionadas para participarem do esforço têm, em comum, histórico de atrasos superior a 90 dias e fechamentos de semestres ou anos sem pagamento. “Nós pontuamos e relacionamos os clientes”, finalizou Maria da Glória.

Mais informações sobre a campanha podem ser obtidas no site da ACICG ou pelos telefones (67) 3312-5063 e (67) 3312-5041, pelos números de WhatsApp (67) 99846-3135 e (67) 99660-5033 ou, ainda pelo e-mail comercial@acicg.com.br. A associação está localizada na rua 15 de Novembro, 390, Centro –em frente à Praça Ary Coelho.

Sintonize – Com produção de Rose Rodrigues e Alisson Ishy e apresentação de Maristela Cantadori e Anderson Barão, o Bom Dia Campo Grande permite a você começar o seu dia sempre bem informado, por meio de um noticiário completo, blocos temáticos e entrevistas sobre assuntos variados. O programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 7h às 8h30, na Educativa 104.7 FM e pelo Portal da Educativa.  Os ouvintes podem participar enviando perguntas, sugestões e comentários pelo WhatsApp (67) 99333-1047 ou pelo e-mail reporter104fm@gmail.com.


Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *