plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour

Institucional

FM Educativa [ AO VIVO ]

8 de fevereiro de 2023 - 12:24

Simone Tebet toma posse no Ministério do Planejamento

Em cerimônia concorrida no Palácio do Planalto, a senadora Simone Tebet (MDB-MS) assumiu oficialmente, nesta quinta-feira (5), o comando da pasta do Planejamento e Orçamento.

Ao agradecer o presidente Lula pela nomeação “em um dos ministérios mais importantes” do governo, Simone Tebet disse como recebeu o convite para o Ministério do Planejamento. A ministra contou que antes do Natal recebeu um envelope do presidente Lula e que ele pediu que ela só abrisse após o Natal. Ao abrir o envelope, viu o convite para chefiar a pasta e ficou surpresa. Ela lembrou a Lula sobre as “divergências econômicas” com os demais integrantes da equipe, como o ministro da Fazenda, Fernando Haddad.

“Lula me ignorou, como se dissesse: ‘é isso que eu quero. Sou um presidente democrata. Quero diferentes para somar, pois assim que se constrói uma sociedade democrática'”, ressaltou a ministra sob aplausos.

O vice-governador Barbosinha e o chefe da Casa Civil, Eduardo Rocha, compareceram à solenidade. Representando o governador Eduardo Riedel, Barbosinha afirmou que a posse da nova ministra será importante para o Estado. “O Governo de Mato Grosso do Sul se sente prestigiado, com a presença da Simone Tebet como ministra do Brasil. Muito importante para o Estado pelo trabalho que ela vai fazer lá em Brasília, pela interlocução que ela terá para alavancarmos grandes projetos de investimento para nosso Estado”, afirmou.

Confira na reportagem do Jornal da Educativa como foi a posse da nova ministra:

Perfil

Natural de Três Lagoas (MS), Simone Tebet (MDB), 52 anos, é advogada e professora universitária. Pelo Mato Grosso do Sul foi deputada estadual, secretária de governo, vice-governadora, prefeita de Três Lagoas e senadora.

Nas eleições de outubro de 2022 foi candidata à presidência da República e ficou em 3º lugar no primeiro turno, com 4,16% dos votos (cerca de 5 milhões de votos). No segundo turno, ao declarar apoio a Lula, ela participou ativamente da campanha e teve papel considerado importante na vitória do petista.

Vice-governador Barbosinha, ex-presidente José Sarney e chefe da Casa Civil, Eduardo Rocha, durante cerimônia (Foto: Divulgação)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *