plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour

Vacina da Janssen: procura por dose de reforço está baixa em Mato Grosso do Sul

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Estado recebeu, no dia 8 de dezembro, 200.200 doses; municípios estão com mais de 100 mil doses em seus estoques. Secretário Geraldo Resende afirma que vacinação é importante para evitar avanço da variante Ômicron

A procura pela dose de reforço da vacina da Janssen, destinada às pessoas que receberam a primeira dose (que anteriormente seria dose única) está baixa em Mato Grosso do Sul. No último dia 8, o Estado recebeu 200.200 doses do Ministério da Saúde, mas até a manhã desta terça-feira (21), 72.843 tinham sido aplicadas nos 79 municípios, ou seja, apenas 35,41% do total enviado.

Segundo levantamento da Secretaria de Estado de Saúde (SES), nos treze municípios da região fronteira, foram aplicadas 99.997 doses, como parte do estudo de imunização em massa, até o dia 7 de dezembro último. Para a aplicação de reforço, foram enviadas 100.030 unidades, porém até a manhã de terça-feira (21) somente 27.010 pessoas procuraram a segunda dose.

Para os demais 66 municípios de MS, foram aplicadas, até o dia 7 último, 137.264 doses do imunizante da Janssen. No dia 8, foram enviadas 100.170 unidades da vacina para essas cidades. No entanto, o levantamento da SES aponta que somente 45.833 delas tinham sido aplicadas até a manhã desta terça-feira.

Diante destes números, o secretário estadual de Saúde Geraldo Resende faz um apelo às pessoas que tomaram a primeira dose do imunizante da Janssen para que procurem as unidades de saúde e recebam a aplicação da segunda dose. “É muito importante essa decisão, para que a população tenha sua imunidade reforçada, a fim de evitarmos novos casos, internações e óbitos pela Covid-19. Vacinas, nós temos em quantidade suficiente”, destaca.

O secretário avalia que o avanço da imunização em Mato Grosso do Sul trouxe como resultado direto a queda em todos os números relativos à Covid-19 e poderá ser também um fator de contenção ao avanço da variante Ômicron, que ainda não chegou ao Estado. “Infelizmente, é quase certo que ela vai chegar, mas se a população estiver devidamente imunizada, o vírus não terá terreno fértil em Mato Grosso do Sul”.

Além de pedir às pessoas que procurem a segunda dose da vacina da Janssen, também reforça o pedido para que os demais grupos completem seu ciclo vacinal, inclusive com a quarta dose para as pessoas com imunossupressão. E complementa com um apelo aos prefeitos e secretários municipais de Saúde para que conclamem suas populações para tomarem essa providência.

texto e foto: Ricardo Minella, SES

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.