Trabalhos de conservação de solo devem diminuir enchentes e fortalecer nascentes de Bonito

Compartilhe:

Desde o mês passado a Fazenda América – em Bonito (MS), onde está localizada  a nascente do Rio Formoso, um dos principais do município, está recebendo trabalhos de conservação de solo e água. No local já foram feitas 150 horas de trabalho da retroescavadeira, cedida pela Prefeitura do município e mais algumas horas de máquinas pertencentes ao produtor rural.

Segundo secretário Municipal de Meio Ambiente, Edmundo Dineli, em mensagem ao Grupo Unidos Conservamos, ainda serão necessárias de 70 a 100 horas para finalizar os trabalhos na propriedade. Na sequencia a máquina segue para a Fazenda São Geraldo, banhada pelo Rio Sucuri, que está entre os mais cristalinos do mundo.

Foto: Divulgação

As intervenções são realizadas após a colheita do milho e devem impactar na melhoria das águas dos principais rios do município, além de diminuir as enchentes e fortalecer as nascentes.

A ação é uma realização da prefeitura de Bonito através das secretárias de Meio Ambiente, Obras e Turismo, em parceria com a AGRAER e com os proprietários rurais e seus arrendatários.

Câmara técnica ganha reforço da Semagro 

Dando andamento ao compromisso assumido com o Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul para a realização de um levantamento técnico sobre a questão do turvamento nas águas do município Bonito, o secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Jaime Verruck, entregou para a Câmara Técnica de conservação do solo e da água, na manhã desta quinta-feira (15.8), um veículo L200 Mitsubishi.

Segundo o Secretário Jaime, a Câmara técnica que foi formada visando atender um plano de conservação dos municípios de Bonito e Jardim, com foco principalmente as bacias dos Rios Formoso e Prata, já conta com um trabalho forte dos membros do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) e Agraer e, com a entrega do veículo poderá realizar de forma mais adequada os trabalhos. “Junto com outas ações que já estão em andamento, como a disponibilização de maquinários das prefeituras e análise de todos os processos judiciais que estão em Bonito, junto com o Tribunal de Justiça, trabalhamos a manutenção da conservação da água e do solo e a integração harmônica e sustentável das atividades de agropecuária e de turismo naqueles municípios”.

Com informações de Bonito Notícias


Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *