Terenas da Terra Indígena Taunay-Ipegue conquistam asfalto após 40 anos

Compartilhe:

Campo Grande (MS) – O povo terena da Terra Indígena Taunay-Ipegue, em Aquidauana, amanheceu nesta quinta-feira (02.07) com sentimento de conquista em relação às lutas por melhorias na comunidade. Isso porque o Governo do Estado autorizou, nesta manhã, a obra de pavimentação da MS-442, no trecho que liga as aldeias do Distrito de Taunay à BR-262. A obra é reivindicada há cerca de 40 anos pelos indígenas.

Orçada em R$ 13,9 milhões, a pavimentação dos 11 quilômetros da rodovia vai beneficiar cerca de sete mil habitantes da região, que sofrem há anos com a lama nos períodos de chuva e a poeira densa na estiagem.

“Dia importante para nosso povo. A história e memória de nossos anciãos nos fazem lembrar dos pioneiros que lutaram para a realização dessa conquista. A obra vai garantir que nosso povo tenha mais dignidade. O asfalto vai permitir segurança e rapidez de acesso; melhoria no atendimento de serviço de saúde; e servir de incentivo para aumento da nossa produção”, destacou o Cacique Julison Farias, da Aldeia Água Branca.

Para o secretário estadual de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, que autorizou o investimento em nome do governador Reinaldo Azambuja, o asfalto na região será indutor do desenvolvimento. “Mais um compromisso que será cumprido por essa gestão, que é municipalista. Mesmo na pandemia de coronavírus, que exige esforço maior de investimentos na saúde, estamos dando continuidade aos projetos de desenvolvimento do Estado”, ressaltou.

O prefeito de Aquidauana, Odilon Ribeiro, também destacou a manutenção dos investimentos “em tempos de pandemia e de crise financeira para municípios e estados”. “Nossa cidade recebe a realização de uma obra de tamanha relevância em infraestrutura. A pavimentação levará o desenvolvimento à Taunay e suas aldeias. A Prefeitura de Aquidauana em nome da população agradece o Governo do Estado por mais esse investimento, que beneficiará diretamente a população”, ressaltou Odilon Ribeiro.

Acompanhe as imagens do evento de assinatura
Infraestrutura, Saúde e Educação

Morador da Aldeia Bananal, o indígena Dionedison Terena falou dos vários tipos de benefícios do asfalto na MS-442, nas áreas de Infraestrutura, Saúde e Educação. “Também na questão da produção. Essa estrada não pavimentada dificulta muito o transporte da produção da comunidade; atrapalha o transporte dos acadêmicos que vão estudar na cidade; e até o serviço de saúde. Então, a pavimentação da estrada vai trazer benefício muito importante para nossa comunidade”, destacou.

Também participaram do ato solene de autorização de início das obras o secretário estadual de Gestão Política, Sérgio de Paula; os deputados estaduais Paulo Corrêa, presidente da Assembleia Legislativa, e Felipe Orro; os deputados federais Beto Pereira e Rose Modesto; o diretor-presidente da Sanesul, Walter Carneiro Júnior; e o reitor da UEMS, professor Laércio Alves de Carvalho.

Bruno Chaves, Subcom
Jessika Machado, Segov
Fotos: Edemir Rodrigues/Divulgação


Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *