Técnicos do Imasul fazem treinamento para uso de software que auxilia na análise do CAR

Compartilhe:

O Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul) realiza de 1º a 5 de agosto um curso de capacitação direcionado a técnicos e analistas do órgão que serão responsáveis pela validação do módulo de análise do Cadastro Ambiental Rural (CAR) feito pelas propriedades rurais sul-mato-grossenses. O treinamento para o uso da Plataforma ArcGIS – software de geoprocessamento utilizado para desenhar áreas de uso consolidado, reserva legal, área de preservação permanente, etc – é realizado na sala da Gerência de Recursos Florestais (GRF) do Imasul, em Campo Grande.

Serão 20h de aulas ministradas no período da manhã e tarde pelo assessor técnico do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Planurb), Alberto Tuioshi Nagao. Ao todo, 31 servidores do Imasul estão participando do treinamento, dentre fiscais e analistas vindos dos Escritórios Regionais do Instituto em Costa Rica, Dourados, Três Lagoas, Coxim, Aquidauana e das gerências de Recursos Florestais (GRF), de Controle e Fiscalização (GCF) e de Unidades de Conservação (GUC).

Curso-Software-ArcGIS-Analise-do-CAR-4-300x199

Exigência do CAR

De acordo com o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck, o treinamento dos técnicos do Imasul “é necessário para darmos continuidade e celeridade nas análises das inscrições no CAR que foram feitas no Estado. É importante lembrar que o Imasul só está recebendo solicitações de licenciamento de atividades e empreendimentos em imóveis rurais que já tiverem feito a sua inscrição no Cadastro Ambiental Rural. Essa medida é uma forma de garantir a adesão de todas as propriedades rurais que ainda não fizeram o CAR no Estado e valorizar aqueles que já se cadastraram”.

Em junho, o presidente em exercício, Michel Temer, publicou no Diário Oficial da União (DOU), a prorrogação do prazo do CAR para todos os proprietários rurais do país até 31 de dezembro de 2017. De acordo com o balanço CAR divulgado em 6 de maio, mais de 23 milhões de hectares em propriedades rurais foram devidamente inscritos no CAR) – 76,6% dos 30,2 milhões de hectares passíveis de cadastramento segundo o Censo Agropecuário de 2006.  Das 80 mil propriedades rurais que têm de se inscrever no Estado, 42.807 (52,5%), realizaram o cadastro até 5 de maio de 2016 (prazo anterior do procedimento).


Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *