plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour
Pular para o conteúdo

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

23 de maio de 2024 - 23:40

Tá Na Rua aborda uso de semáforos inteligentes

Os semáfores inteligentes contribuem para a fluidez e eficiência do trânsito. (Foto: Reprodução)

Os semáforos inteligentes estão cada vez mais presentes nas principais vias de Campo Grande. A tecnologia garante mais fluidez e agilidade no trânsito, evitando a formação de extensas filas de veículos por meio de um monitoramento controlado. O Programa Tá Na Rua desta semana aborda essa tecnologia e seus benefícios para a mobilidade urbana.

Em funcionamento desde 2017, o Centro de Controle Integrado de Mobilidade Urbana, vinculado à Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran), tem como objetivo aprimorar a eficiência do fluxo urbano, por meio do controle semafórico nos cruzamentos das vias da área central e o monitoramento em tempo real do sistema viário.

Diretora-adjunta Centro de Controle Integrado de Mobilidade Urbana, Andrea Figueiredo. (Foto: Reprodução)

A diretora-adjunta do Centro, Andrea Figueiredo, conta que a centralização do sistema semafórico auxilia na identificação de pontos críticos no trânsito.

“Aqui em Campo Grande nós temos um problema muito grande de queda de energia, então esses semáforos entram em intermitência e por aqui eles conseguem identificar quais os semáforos estão operando de forma regular ou não, às vezes, resetar o equipamento remotamente”.

Além dos semáforos inteligentes, câmeras são instaladas para administrar o tempo dos sinaleiros, contar o números de veículos nas ruas e se adequar a situação da via.

Na capital, as câmeras estão instaladas ao longo da rua Rui Barbosa e em toda a extensão da avenida Eduardo Elias Zahran.

“Elas contam o fluxo semafórico a cada abertura de semáforo, para poder soltar um novo tempo semafórico ideal para aquele fluxo que está acontecendo naquele momento, seja para preferencial ou para as perpendiculares”.

Ao todo, Campo Grande conta 661 conjuntos semafóricos; destes, 262 estão incluídos no Centro de Controle Integrado de Mobilidade Urbana e 42 são semáforos em tempo real. Em caso de acidentes, nos semáforos regulares o tempo de abertura e fechamento é fixo, o que gera filas e engarrafamentos. “Se ele está em tempo real, automaticamente ele se reprograma e manda mais tempo semafórico para onde os carros estão desviando”, completa.

Tá Na Rua

O Programa Tá Na Rua vai ao ar no canal 4.1 toda quarta-feira, às 21h30, com reexibição aos sábados, às 13h15, com apresentação de Priscila Trauer e Marie Santana.

Confira o programa desta semana:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *