Shows e exposições de artistas regionais inauguram o 1º dia do Festival de Inverno de Bonito

Compartilhe:

Campo Grande (MS) – Com uma boa pitada de cultura sul-mato-grossense, o Festival de Inverno de Bonito deste ano, que vai acontecer entre os dias 30 de julho e 2 de agosto, já começa recheado de exposições e apresentações de artistas da nossa terra.
Na quinta-feira (30), a abertura oficial será às 19h, com a presença do governador Reinaldo Azambuja, do secretário de cultura, turismo, empreendedorismo e inovação Athayde Nery, do prefeito de Bonito, Leonel Lemos de Souza e demais autoridades, que prestigiarão a sanfoneira Lenilde Ramos e o harpista Fábio Kaida interpretando o hino nacional.

Mesmo antes da abertura, a partir das 17h estarão acontecendo as exposições: “Comitiva Contemporânea”, da artista plástica e filha de Bonito, Buga, “O Pantanal e Sua História na Pintura Sul-mato-grossense”, de acervo e curadoria do professor Gilberto Luiz Alvez, exposição de artesanatos de Bonito, reunindo o trabalho de artesãos bonitenses e uma mostra expressiva do artesanato produzido no restante do Mato Grosso do Sul.

Para o secretário Athayde, o festival traça um perfil de respeito aos moradores e de valorização ao artista regional e a cultura local.
“Conseguimos um bom equilíbrio entre as atrações nacionais e locais, buscando sempre a valorização dos artistas sul-mato-grossenses”, afirmou o secretário.

delinha_1_a
Delinha será homenageada pelo Festival de Inverno

Ainda no primeiro dia, às 20h, será a vez da cantora do MS e homenageada do festival, Delinha, interpretar sucessos de Délio e Delinha – dupla pioneira da música local – como “O Sol e A Lua”, “Prazer de Fazendeiro”, “Prenda Querida”, entre outros.
Aos 78 anos de idade e 57 anos de carreira, Delinha é um ícone da música sul-mato-grossense, mas não gosta muito de ser  bajulada: “Eu não sou tudo isso aí que estão dizendo, não, gente”, brinca a cantora.

finalz01_a
Músico Almir Sater está entre as atrações

Fechando a noite com muito estilo e brasilidade, as referências da música caipira brasileira, Almir Sater, Renato Teixeira, e Sérgio Reis se reúnem em um show para lá de especial, apresentando ao público versões exclusivas de sucessos como “Romaria”, “Tocando em Frente”, “Menino da Porteira”, “Trem do Pantanal” e “Comitiva Esperança”.

Feliz com a ideia de ver os três artistas reunidos em um só palco, a atriz e artista plástica Ariadne Farinéa, se diz fã de todos eles e faz até uma divertida e criativa junção de músicas conhecidas: “Eles continuam seguindo em frente, sendo irmãos da lua, e mostrando que panela velha é que faz comida boa”, brincou Ariadne.

Serviço – Para mais detalhes do Festival de Inverno de Bonito, acessehttp://www.festivaldeinvernodebonito.com.br

Texto: Alexander Onça

Via: Notícias MS


Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *