“Ser uma referência negra me estimula a criar”, afirma Taís Araujo durante o Roda Viva

Compartilhe:

No Dia Internacional da Mulher, atriz participou do programa desta segunda-feira (8) e falou como se sente por ser uma das primeiras referências a mulheres negras

A atriz Taís Araujo foi a entrevistada do Roda Viva desta segunda-feira (8), em edição comemorativa ao Dia Internacional da Mulher.

Questionada pela jornalista Claudia Lima sobre ônus e o bônus de ser uma referência para as milheres negras na televisão, Taís Araujo afirmou que é muito prazeroso e estimula a criar conteúdo. “Eu nunca tive essa referência, e eu acho importante que as meninas de hoje tenham”.

Mesmo com um fardo de ser uma pessoa pública, a atriz diz que vale a pena quando diversos tipos de pessoas, como jornalistas negras e mães de crianças negras, querem falar com ela sobre a questão racial.

Assista ao programa na íntegra:

 


Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *