plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour
Pular para o conteúdo

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

27 de maio de 2024 - 15:00

Rota para desenvolver e criar alternativas

João Carlos da Silva*

A Rota do Desenvolvimento comandada pelo governo do Estado chegou na cidade de Bonito para atender todo o Sudoeste com propostas de desenvolvimento, cidadania e alternativas para o crescimento. Louvável essas iniciativas próprias de quem deseja um MS cada vez mais forte.

Recordo aqui do governo de Pedro Pedrossian que abria para todo o estado várias alternativas quase iguais da Rota do Desenvolvimento. Teve Novilho Precoce, Leitão de Ouro entre outros. Basicamente tinham a direção do agronegócio e funcionavam perfeitamente bem. É um momento para que a região coloque junto dos representantes do governo suas aspirações e dúvidas e também recebam conhecimento e prestigio.

Bonito já entrou no calendário internacional por suas belezas naturais fundadas no segmento do turismo como também na excelência da pecuária onde propriedades como a Fazenda Marambaia utilizam da alta genética para ganhar prestigio nacional no Nelore.

São características que deixam marcas positivas na economia do estado. Agora, a cidade de Bonito também vai ganhar uma Unidade do Corpo de Bombeiros Militar graças ao empenho da parlamentar tucana Mara Caseiro e também da vontade do governador Reinaldo Azambuja. Também a tecnologia de ponta chegou na cidade com o avanço do sinal de celular e com isso turistas do mundo inteiro podem se comunicar em tempo real.

Deixando tudo isso de lado voltamos ao que a Rota do Desenvolvimento possa trazer de positivo a economia do Sudoeste. É visto que o cenário nacional está preocupante e o sai não sai de Dilma está deixando a nossa economia de orelha em pé. Michel Temer já monta seu ministério e pensa em contemplar todas forças políticas do Brasil e com isso colocar nos trilhos uma nação corrida pela corrupção. No nosso estado a economia gera em função da pecuária e da agricultura. Lendo um balanço recente da agricultura observei o que já tinha escrito antes em um artigo onde citei que o milho era a grande força econômica dos últimos anos deixando significativos dividendos aos cofres do estado. O milho é uma força do campo muito forte nos dias atuais.

Seguem a soja e o algodão que fazem dueto com a pecuária, a suinocultura e os aviários espalhados por regiões muito bem desenvolvidas nessas culturas. Bonito e o resto do Sudoeste vão ganhar muito com a Rota do Desenvolvimento. São ações imediatas que trazem ao estado muitas coisas interessantes além do governo estar próximo do empreendedor e do cidadão. Uma rota como essa está presente em qualquer GPS voltado para o desenvolvimento de um estado moderno e avançado como o nosso.

(*) João Carlos da Silva é articulista e consultor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *