plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

25 de abril de 2024 - 05:09

Projeto Navio leva a ribeirinhos exames e orientações sobre câncer

O Projeto NAVIO (Navegação Ampliada para a Vigilância Intensiva e Otimizada) realiza até fevereiro ação para a prevenção do câncer de próstata nas comunidades ribeirinhas do Tramo Norte Sul do Rio Paraguai, no Pantanal de Mato Grosso do Sul e nas comunidades ribeirinhas ao longo da calha do Rio Cuiabá.

A ação, em alusão à campanha Novembro Azul, contará com o suporte do navio de assistência hospitalar Tenente Maximiano, que realiza missões cívico-sociais e também de assistência hospitalar.

“Em proveito ao calendário Nacional de Saúde no mês de novembro, o NAVIO participa da campanha Novembro Azul, em prol da prevenção ao câncer de próstata, levando a conscientização aos ribeirinhos”, destaca O capitão-tenente Igor Luiz de Freitas Cobellas, Da Marinha do Brasil

Para a coordenadora de Saúde Única da SES/MS (Secretaria de Estado de Mato Grosso do Sul), Danila Frias, esse tipo de ação é de extrema importância para a população.

“No mês de novembro, em alusão ao Novembro Azul, a SES/MS junto à Marinha está realizando o trabalho de conscientização dos ribeirinhos com relação ao câncer de próstata, que é extremamente importante, levando informações a esses ribeirinhos sobre as medidas de controle, prevenção e a importância do diagnóstico precoce da doença”.

Além da pesquisa, o projeto leva à população ribeirinha atendimentos de atenção primária, como o atendimento médico, odontológico e vacinação, proporcionando uma vida mais digna, com melhores cuidados para essa população.

Projeto NAVIO

 Parceria firmada entre a SES/MS, Marinha do Brasil e a Fiocruz Minas, O NAVIO visa melhorar a qualidade de vida e realizar o monitoramento genômico da população ribeirinha do rio Paraguai.

O projeto, que tem duração de 5 anos, teve início no dia 25 de novembro na rota entre Ladário e Porto Murtinho. Já em fevereiro, o projeto chega a Cáceres, em Mato Grosso e a previsão é que em abril a rota chegue a Cuiabá, capital do estado vizinho.

Além da SES/MS, Fiocruz Minas e Marinha, o projeto conta com o apoio da SES/MT (Secretaria de Estado de Saúde e Mato Grosso), LACENs (Laboratório Central de Saúde Pública) de Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Minas Gerais e Paraná, alunos e professores do Programa de Pós-Graduação de Doenças Infecciosas e Parasitárias da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), pesquisadores da Fiocruz Mato Grosso do Sul, universidades federais de Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Ouro Preto, Universidades Estaduais de Mato Grosso do Sul e de Feira de Santana da Bahia, Embrapa, OPAS/OMS (Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde), Ministério da Saúde, Loccus, Biomanguinhos, IBMP (Instituto de Biologia Molecular do Paraná), prefeituras de Ladário, Corumbá e Porto Murtinho, Instituto Erasmus de Roterdan da Holanda, Universidade de Stellenbosch da África do Sul e Universidade de Sidney da Austrália.

Novembro Azul

Novembro Azul é o nome dado ao movimento internacional criado para a conscientização do câncer de próstata e alertar os homens da importância do diagnóstico precoce. Criado em 2003, o mês de novembro foi escolhido devido ao Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, celebrado no dia 17 de novembro.

No entanto, para o Ministério da Saúde a campanha Novembro Azul é uma oportunidade para, ao longo do mês, trabalhar a saúde do homem como um todo, reforçando a importância dos cuidados, prevenção do câncer de próstata e doenças em geral e incentivando os homens a buscarem atendimento nas Unidades Básicas de Saúde, porta de entrada do SUS (Sistema Único de Saúde).

Com informações de Kamilla Ratier, SES
Fotos: Divulgação Marinha do Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *