plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour

Institucional

FM Educativa [ AO VIVO ]

3 de fevereiro de 2023 - 06:46

Policiais militares do Batalhão de Choque recebem capacitação para controle de distúrbios civis

Campo Grande (MS) – Com o objetivo de preparar os policiais do Batalhão de Operações de Choque (BPChoque) para atuarem em situações de tumultos e violência generalizados, utilizando técnicas específicas para manter a ordem, o Governo do Estado, através da Polícia Militar, iniciou hoje em Campo Grande a terceira edição do Curso de Operações de Controle de Distúrbios Civis.

A aula inaugural do curso foi ministrada na manhã desta segunda-feira (10), na Universidade Estácio de Sá, em Campo Grande, pelo deputado federal e jurista Fábio Ricardo Trad e contou ainda com a participação do secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Sílvio Maluf, e do comandante do BP Choque, major Marcos Paulo Gimenez.

SONY DSC

Ao todo serão 30 dias de curso e mais de 360 horas aulas, com disciplinas que vão de direito penal e processual penal a defesa pessoal e uso progressivo e moderado da força. “A nossa função é trazer ao policial militar capacitação necessária para evitar que vidas se percam e desempenhar um serviço de qualidade, como fizemos por exemplo durante os protestos e ocupações realizadas nos últimos tempos, onde não precisamos efetuar nenhum disparo”, pontuou o major Marcos Paulo.

O secretário Sílvio Maluf destacou em seu discurso que as polícias de Mato Grosso do Sul, em especial as unidades especializadas como o BPChoque são reconhecidas nacionalmente pela eficiência e atuação. “Fizemos inúmeras desocupações sem disparar um tiro sequer, nós já realizamos mais de 19 incursões em presídios do Estado sem que delas originassem motins ou rebeliões”, disse o secretário de Segurança.

SONY DSC

Discorrendo sobre o Sistema Penal Brasileiro, o deputado Fábio Trad falou sobre a legitimidade dos movimentos sociais e a importância de uma atuação eficiente por parte das polícias. “Os movimentos ordeiros são legítimos, mas manter a ordem é mais importante ainda, por isso qualificações como esta são importantes para que o policial esteja preparado para agir nesses locais, onde comumente existem tumultos”, frisou o jurista ao ministrar a aula inaugural do curso.

SONY DSC

A abertura do curso onde serão capacitados 35 policiais contou ainda com as presenças do Comandante de Policiamento Especializado, coronel André Luiz Saab, de oficiais da Polícia Militar e do vice-presidente do Conselho Comunitário de Segurança da Região Central, Augusto Cussen.

Fonte: Notícias MS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *