MS no Rádio: MS é o 3° no País que mais vacinou, mas governador quer municípios acelerando mais

Compartilhe:

Em nove remessas, Mato Grosso do Sul recebeu do Ministério da Saúde 420,3 mil doses de imunizantes contra a Covid-19 e ocupa o 3º lugar no ranking dos Estados que mais aplicaram a vacina. São 189.317 pessoas que já receberam a primeira dose, cerca de 9,1% da população. Mas o governador Reinaldo Azambuja quer acelerar ainda mais e nesta segunda-feira convocou os prefeitos para um mutirão.

O apelo à vacinação em massa, com a utilização de todo o estoque de vacinas, foi um dos destaques da edição desta segunda-feira, 22 de março, do jornal MS no Rádio,  da Educativa FM 104.7, que também trouxe entrevista com o deputado estadual José Carlos Barbosa sobre a lei sancionada pelo Executivo, originada de projeto de sua autoria, que prevê punição a servidor público que furar a fila de vacinação. Segundo o deputado, a Assembleia também apura casos de desperdício de vacina, com o descarte de resíduos que sobram nos frascos.

Segundo Reinaldo Azambuja, Mato Grosso do Sul apoia integralmente e está engajado nas ações do Fórum de Governadores de combate à pandemia de Covid-19. “Tomamos essa decisão para usar todo o estoque de vacinas. Com isso, aumentamos o número de pessoas protegidas e criamos uma base de vacinação”, destacou.

O governador reforçou que existe um cronograma nacional de entrega de imunizantes para todas as unidades da federação e disse que um “grande volume” será enviado a Mato Grosso do Sul. “Queremos pedir: conforme recebemos essas doses, fazemos transferência para os municípios. Peguem e vacine, ampliem a segunda dose, não deixem na geladeira”, enfatizou.

No comparativo da aplicação das duas doses, Mato Grosso do Sul é o segundo estado que mais vacinou contra a Covid-19. Aqui, 80.681 pessoas receberam as duas doses de imunizantes, o equivalente a 3,9% da população. Em primeiro lugar neste ranking aparece o Amazonas com 4% da população vacinada (114.522 pessoas).

Medida restritivas – “Estamos dosando o funcionamento das atividades econômicas com os atendimentos em saúde. Por isso tomamos decisões que podem parecer prejudiciais. Neste momento, o isolamento é a melhor precaução. Entendemos as preocupações do segmento econômico, mas é necessário, não temos outro remédio, justificou Reinaldo Azambuja.

(Foto: Bia Schiavo)

SINTONIZE

MS no Rádio vai ao ar das 17h30 às 19h. É produzido com a participação do público, interagindo através do telefone 3318 1047, WhatsApp (67) 99333 1047, e por meio das plataformas digitais, nas redes da rádio no Facebook, Instagram e YouTub.

O programa, com apresentação de Joel Silva e Eva Regina, poderá ser ouvido também através do canal da 104 no portal (www.portaldaeducativa.ms.gov.br)

 


Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *