plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour

Governo realiza seminário de enfrentamento à violência contra a mulher com deficiência

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Apresentação cultural, painéis de debates e depoimentos fizeram parte da programação do evento organizado pela Subsecretaria Estadual de Políticas Públicas para a Mulher e Associação de Mulheres com Deficiência (AMDEF)

Nesta quinta-feira (1/12) foi realizado o Seminário de Enfrentamento à Violência contra a Mulher com deficiência, promovido pela AMDEF em parceria com o Governo do Estado, no auditório do SUAS em Campo Grande. A data faz alusão ao Dia Mundial da Pessoa com Deficiência, comemorado dia 3 de dezembro.

O evento faz parte das atividades programadas pela Campanha “16 Dias de ativismo pelo fim da violência contra mulheres”, realizada até 10 de dezembro, e tem como objetivo discutir a garantia dos direitos das mulheres com deficiência, especialmente o direito a uma vida livre de violência, tendo assegurada a proteção e qualidade nos serviços de atendimento à mulher.

mulheres-33
“Enquanto houver uma mulher que sofra violência justifica-se toda a nossa atenção e envolvimento”, declarou Luciana Azambuja.

Na abertura do seminário, a Subsecretária de Políticas Públicas para a Mulher, Luciana Azambuja, destacou as ações de inclusão realizadas pelo órgão e reforçou seu papel de articulação política a serviço da sociedade civil: “A Subsecretaria tem feito a sua parte de forma transversal, conversando principalmente com a segurança pública e com a educação. Foi assim que lançamos um DVD com a Lei Maria da Penha em Linguagem Brasileira de Sinais (Libras) e outro volume com áudio narração. Também foram disponibilizadas cartilhas com perguntas e respostas sobre a Violência contra a Mulher e um material de combate ao assédio moral e sexual –  em Libras e com áudio narração. Este último material foi produzido pela Defensoria Pública do Estado com a parceria da AMDEF para adequação da linguagem ao público”.

A presidente da AMDEF, Mirella Ballatore, celebrou a iniciativa: “esse é um grande marco, um divisor de águas para as mulheres com deficiência”.   Luciana também aproveitou a oportunidade para destacar a importância da persistência em ações desta natureza:  “A luta de enfrentamento à violência contra as mulheres é árdua e diária e a Associação de Mulheres com Deficiência de Campo Grande está tendo protagonismo, empoderando mulheres e conscientizando a população sobre o assunto. A minha mensagem é que continuemos falando. Enquanto houver uma mulher que sofra violência justifica-se toda a nossa atenção e envolvimento. Continuemos falamos para nós mesmo e para os outros. Fazendo nossa campanha nas ruas, nas feiras de bairro, nos terminais de ônibus. É um trabalho de formiguinha que faz a diferença”, concluiu Luciana.

Sobre a Campanha

A Campanha “16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres” é uma mobilização anual, praticada por diversos atores da sociedade civil e poder público engajados nesse enfrentamento. Desde sua primeira edição, em 1991, já conquistou a adesão de cerca de 160 países. Mundialmente, a campanha inicia em 25 de novembro, Dia Internacional da Não Violência contra a Mulher, e vai até 10 de dezembro, o Dia Internacional dos Direitos Humanos, passando por 6 de dezembro, que é o Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres.

As ações de conscientização também incluem a distribuição de mais de 15 mil folders, posts nas mídias sociais oficiais do Governo de MS, entrevistas em rádios e veiculação de VT televisivo na TV Educativa.

Programação

Confira aqui o Calendário de Ações da Campanha.

Texto: Jéssika Machado – Subcom. Fotos: Chico Ribeiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *