plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour
Pular para o conteúdo

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

25 de julho de 2024 - 03:54

Focos de queimadas chegam próximo à área urbana de Corumbá

Cinco militares estão na Cacimba para combater o fogo. Corpo de Bombeiros/Divulgação

O Corpo de Bombeiros de Corumbá está tendo bastante demanda com as queimadas que atingem o município de Corumbá. Focos de incêndio já são vistos nas proximidades da área urbana e no Pantanal. Densa camada de fumaça tomou conta da cidade nos últimos dias, que ainda vem registrando baixa umidade do ar.

Conforme site Diário Corumbaense, cinco bombeiros estão na região conhecida como Piscina da Cacimba, que fica próxima à ponte de captação de água. No local, foram identificados alguns focos com queima em profundidade, os quais estão sendo combatidos pela guarnição.

Os bombeiros ressaltam que nessa área o combate ao incêndio se torna difícil, pois o fogo se concentra por baixo da vegetação, o que além do fogo, provoca muita fumaça.

O fogo também consome vegetação na região do Maracangalha, que fica acima da baía do Saracura, no Pantanal. Porém, o Corpo de Bombeiros faz levantamento logístico e de estratégia de combate para o empenho de militares na região.

Ainda de acordo com o site corumbaense, pelo fato de a região ser afastada da cidade, onde não há pontos de apoio, o que torna necessário grande empenho logístico para que seja realizado combate efetivo, para controlar as chamas.

Os bombeiros que estiveram no local informaram que foram encontradas algumas hortas próximo a vegetação em chamas, o que leva a crer que o fogo tenha sido provocado para facilitar o plantio.

Ano atípico

As queimadas tiveram início mais cedo este ano, em março e abril. Situação atípica, já que os focos são mais comuns a partir de junho, final do outono e início do inverno. Uma força-tarefa chegou a atuar no combate aos incêndios florestais, muitas vezes, localizados em áreas de difícil acesso.

No início desse mês, os bombeiros, após solicitação do Instituto Homem Pantaneiro (IHP), que também enviou seis brigadistas, conseguiram evitar que fogo na região do Jatobazinho, atingisse a sede da escola rural  da Ong Acaia Pantanal, que atua em parceria com a Prefeitura de Corumbá. O fogo foi controlado.

Queimadas no Pantanal

O número de queimadas nesses seis primeiros meses do ano já ultrapassam os dois mil focos de calor em  Corumbá. A cidade segue liderando os municípios com mais focos de queimadas, com 2.072 registros.

Só em julho, os números chegam a quase 300. Foram 299 focos de queimadas nesses 18 dias do mês. Nas últimas 48h, foram 94 focos. Os dados são do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais).

Fonte: Enfoque MS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *