plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour
Pular para o conteúdo

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

24 de junho de 2024 - 03:37

Das cores de Almodóvar à música de Gershwin: O Assunto é Cinema!

O diretor Pedro Almodóvar.

O Assunto é Cinema com Clayton Sales homenageia hoje (25) o diretor espanhol Pedro Almodóvar, o escritor F. Scott Fitzgerald e o compositor George Gershwin. O programa também celebra os 32 anos de “O Nome da Rosa” de Jean-Jaques Annaud.

Nascido em 24 de setembro de 1949 em Calzada de Calatrava na Espanha, Pedro Almodóvar Caballero é um dos maiores diretores da história do cinema espanhol. Apesar de todo o reconhecimento na carreira, Almodóvar nunca estudou cinema já que sua família não podia arcar com as despesas de uma formação acadêmica. O futuro diretor começou trabalhando na companhia telefônica estatal mas com o tempo começou a trabalhar com histórias em quadrinhos, atuar no teatro avant-garde espanhol e até cantar travestido em uma banda de Rock. Assumidamente homossexual, Almodóvar discute abertamente a sexualidade em seus filmes que também são conhecidos pelas suas cores fortes, sempre marcantes na narrativa. Foi o primeiro espanhol a ser indicado para um Oscar, prêmio que conquistou em duas ocasiões: em 1999 como melhor filme estrangeiro por “Tudo sobre minha Mãe” e em 2002 pelo roteiro original de “Fale com Ela”.

George Gershwin em seu piano.

O lendário compositor George Gershwin nasceu Jacob Gershowitz em Brooklyn, Nova Iorque, no dia 26 de setembro de 1898. Gershwin foi o segundo de quatro filhos do casal que imigrou de São Petersburgo na Rússia para os Estados Unidos no final do século XIX. George Gershwin escreveu a maioria de seus trabalhos vocais e teatrais em colaboração com seu irmão mais velho, o letrista Ira Gershwin. O compositor produziu tanto para a Broadway quanto para concertos clássicos além de compor músicas populares de grande sucesso gravando com grandes nomes do Jazz como Oscar Peterson, Miles Davis, John Coltrane, Billie Holiday, Sam Cooke, Herbie Hancock entre outros tantos.

Francis Scott Key Fitzgerald, mais conhecido como F. Scott Fitzgerald, nasceu em Saint Paul, no dia 24 de setembro de 1896. Fitzgerald foi um dos maiores escritores norte-americanos do século XX atuando como romancista, contista, roteirista em inúmeras ocasiões. Suas histórias, reunidas sob o título “Contos da Era do Jazz”, refletiam o estado de espírito de sua época, os últimos dias de uma nação que entraria na grande depressão econômica no começo do século XX. Fitzgerald foi um dos escritores do que se conheceria como a “geração perdida” da literatura americana anos mais tarde. Sua obra ganhou várias adaptações ao cinema com um grande destaque para “O Grande Gatsby” que chegou a ser adaptado em 5 ocasiões.

Baseado na obra-prima de Umberto Eco, “O Nome da Rosa” comemora 32 anos como uma das melhores adaptações da obra do autor. O filme conta a história de Guilherme de Baskerville (Sean Connery), um monge franciscano que investiga uma série de assassinatos em um remoto mosteiro italiano com a ajuda de seu protegido Adso de Melk (Christian Slater). Isso provoca uma guerra ideológica entre os franciscanos e os dominicanos, enquanto o monge lentamente soluciona os misteriosos assassinatos. O filme e o livro são apresentados como um grande mistério cujo grande pano de fundo é a época que retrata: os tempos da inquisição na idade média.

Sintonize – Apresentado por Clayton Sales, o programa O Assunto é Cinema traz a trilha sonora da sétima arte para as ondas do rádio, e vai ao ar às terças e sextas-feiras, a partir das 10h durante o período de campanha eleitoral, na Educativa 104.7 FM, podendo ser acompanhado também pelo Portal da Educativa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *