plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

22 de abril de 2024 - 08:49

Céu terá mais nuvens, mas temperaturas sobem e umidade volta a ficar baixa nesta segunda-feira

Estado voltará a ter temperaturas altas e umidade do ar baixa nesta segunda-feira, conforme o Inmet. (Imagem: Inmet/Divulgação)
Estado voltará a ter temperaturas altas e umidade do ar baixa nesta segunda-feira, conforme o Inmet. (Imagem: Inmet/Divulgação)

A nebulosidade terá um leve aumento em Mato Grosso do Sul nesta segunda-feira (23), porém, a semana começa com a perspectiva de que as altas temperaturas dos últimos dias e os baixos índices de umidade relativa do ar continuem a atingir o Estado. A previsão é do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), que descarta a ocorrência de chuvas nos próximos dias graça à influência de uma grande massa de ar seco sobre o país.

Segundo o instituto, as temperaturas no Estado devem variar de 15ºC a 33ºC –máxima prevista a região norte e no entorno de Campo Grande, atingindo municípios como São Gabriel do Oeste, Sidrolândia e Sonora. A umidade relativa do ar vai de 90% a 25%. A névoa seca também deve ser fazer presente.

Em Campo Grande, os termômetros devem cravar máxima de 31ºC, com a umidade do ar variando de 50% a 25%.

A previsão é de que as temperaturas continuarão a subir nesta terça-feira (24), quando uma nova frente fria deve se aproximar do Estado. Pelo menos até quinta-feira (26), o céu terá sol e poucas nuvens, com queda da umidade à tarde –ocasionando dias quentes e noites frias.

Baixa umidade do ar requer cuidados especiais

Apesar da frente fria que chegou a Mato Grosso do Sul no fim de semana e teve poucos efeitos nas temperaturas, o tempo volta a esquentar a partir desta segunda-feira e a umidade do ar pode cair novamente nos próximos dias, segundo informações do Cemtec (Centro de Monitoramento do Tempo, do Clima e dos Recursos Hídricos).

Não custa lembrar: a baixa umidade do ar pode ocasionar desconforto e doenças respiratórias. Para evitar esses problemas é importante tomar alguns cuidados.

Segundo a superintendente geral de Vigilância em Saúde, Larissa Domingues Castilho de Arruda, a principal preocupação é com a hidratação. É preciso tomar muita água. “Também é aconselhável optar por esportes aquáticos, evitar o sol no período das 10h às 16h, comer frutas, verduras, comida saudável e tomar água de coco”, afirma.

Outras recomendações são:

  • usar soro fisiológico nas narinas;
  • colírio nos olhos;
  • umidificar os ambientes – com aparelho umidificador ou panos e toalhas molhadas;
  • evitar ar-condicionado;
  • hidratar a pele.

Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), a umidade do ar ideal é acima de 60%. Abaixo de 30%, é considerado estado de atenção e entre 19% e 12%, alerta.

Com Paulo Fernandes, da Subcom (Subsecretaria de Comunicação)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *