plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour
Pular para o conteúdo

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

24 de junho de 2024 - 01:51

Bom Dia Campo Grande aborda o índice de obesidade no estado

Bruna Maguso, coordenadora do curso de Nutrição da Anhanguera. (foto: Alisson Ishy)

No Bom Dia Campo Grande desta segunda-feira (29/07), Maristela Cantadori e Anderson Barão receberam nos estúdios da Educativa 104.7 FM a coordenadora do curso de Nutrição da Anhanguera, Bruna Maguso. Ela veio ao programa falar sobre o problema da obesidade e seus índices no estado.

Mato Grosso do Sul é o terceiro estado com maior índice de obesidade no Brasil. De acordo com Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) de 2018, do Ministério da Saúde, a média do país é de 19,8% e em MS a população atingiu 21%. Sobre esse índice, houve aumento de 67,8% nos últimos treze anos, saindo de 11,8% em 2006 para 19,8% em 2018.

“Hoje nós encontramos com 21,5% da população obesa no estado.”, afirma Bruna. (foto: Alisson Ishy)

A população anda mais consciente da necessidade de uma alimentação melhor da importância das práticas de atividades físicas, no entanto, no Mato Grosso do Sul a média está acima da média nacional. “Nosso consumo de frutos e hortaliças cresceu, nossa disponibilidade de tempo para prática de atividades físicas aumentou então esses fatores podem ter ajudado a diminuir um pouco os índices mas as pessoas ainda tem que se cuidar. A população diminuiu um pouco o consumo de alimentos processados e açúcar. A conscientização aumentou.”, comenta Bruna.

Uma mudança significativa entre os hábitos alimentares dos brasileiros é o aumento de 15,5% no consumo recomendado de frutas e hortaliças pela Organização Mundial da Saúde (cinco porções diárias pelo menos cinco vezes na semana) em comparação com 2008. Em 2018, o percentual do consumo chegou a 23,1% em comparação com os 20% de 2008. A pesquisa Vigitel apontou ainda que o consumo é mais frequente entre as mulheres, 27,2% do que entre os homens, 18,4%. Embora o crescimento, apenas 23,1% dos brasileiros – 1 entre 4 adultos – consomem o recomendado.

Sobre a mudança dos hábitos alimentares, Bruna comenta: “Geralmente quando lemos os rótulos dos produtos notamos que nem sempre é saudável como deveria ser, as pessoas precisam aprender a ler com cuidado os rótulos dos alimentos. Temos que desembalar menos e descascar mais, procurar os produtores locais, fazer a feira e consumir alimentos mais saudáveis. Temos que educar a população que todos os grupos alimentícios são importantes, não podemos condenar a gordura e os carboidratos, tudo que passar do equilíbrio deixa de ser interessante.”, conclui a nutricionista.

Sintonize – Com produção de Rose Rodrigues e Alisson Ishy e apresentação de Maristela Cantadori e Anderson Barão, o Bom Dia Campo Grande permite aos ouvintes começarem o dia sempre bem informados, por meio de um noticiário completo, quadros temáticos e entrevistas sobre assuntos variados. O programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 7h às 8h30, na Educativa 104.7 FM e pelo Portal da Educativa. Dúvidas, comentários e sugestões podem ser encaminhados pelo WhatsApp (67) 99333-1047 o pelo e-mail bomdiacampogrande2018@gmail.com.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *