Uso de agrotóxicos no Brasil entra em debate no Panorama MS

Compartilhe:

Programa que vai ao ar na TVE Cultura MS discute a adoção de defensivos agrícolas para garantir produção; atração vai ao ar às 10h
Uso de pesticidas nas lavouras e seus efeitos serão discutidos no Panorama MS. (Foto: Agência Brasil/Arquivo)
Uso de pesticidas nas lavouras e seus efeitos serão discutidos no Panorama MS. (Foto: Agência Brasil/Arquivo)

Agrotóxico, defensivo agrícola ou pesticida? O uso de produtos para manejo de pragas na agricultura é tema do Panorama MS desta quarta-feira (8), que retrata com especialistas regionais uma polêmica nacional.

Os debates nos estúdios da TVE Cultura MS começam às 10h e reúnem o engenheiro agrônomo Guilherme Pires D’Ávila de Almeida, doutor em Química na Agricultura e no Ambiente pela USP (Universidade De São Paulo) e assessor técnico da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul); e o coordenador de Agricultura da Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Sustentável, Produção e Agricultura Familiar) e presidente do Conselho Estadual do Agrotóxico, Fernando Nascimento.

O tema voltou ao centro dos debates em 2019 com o aumento no número de agrotóxicos autorizados pelo Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) para uso pelos produtores rurais no Brasil. Titular da pasta, a ministra Tereza Cristina veio a público diversas vezes defender a medida, apontando que as licenças representam um “risco calculado”, similar ao existente em outros países.

“Ninguém está colocando veneno no prato do consumidor brasileiro”, garantiu ela no início de agosto, em entrevista a jornalistas, na qual ela pediu que tema seja tratado com seriedade. “O Brasil é o único país que tem uma lei segundo a qual não se pode aprovar nenhum registro mais tóxico ou igual ao que já existe no mercado (de agrotóxicos)”, prosseguiu ela, segundo a Agência Brasil.

De janeiro a setembro, mais de 300 pesticidas foram liberados no país, conforme registro da imprensa nacional. A quantidade foi criticada por entidades ambientalistas, como o Greenpeace. Os dados apontam, ainda, que muitos dos elementos utilizados no país são vedados em outras partes do mundo, como na União Europeia.

Você pode participar do programa ao vivo enviando perguntas e comentários sobre o tema por meio do WhatsApp (67) 99106-0300.

Apresentado por Gisllane Leite e Carlos Filho, o Panorama MS tem produção de Yara Martins, Elza Recalde e Heloisa Mandetta (diretora de Redação do Jornalismo da TVE Cultura MS), e edição e direção de Nadjanara Morbeck. O programa debate, diariamente, temas de relevância para a população do Estado e do Brasil. O programa vai ao ar ao vivo, a partir das 10h, na TVE Cultura MS e também no Portal da Educativa.


Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *