plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour
Pular para o conteúdo

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

23 de julho de 2024 - 21:58

Práticas e Benefícios da Terapia Floral foram abordados no Programa Bom Dia Campo Grande

Entre as novas práticas de medicina integrativa e complementar, baseadas em conhecimentos tradicionais, incorporadas pelo SUS (Sistema Único de Saúde) este ano está a terapia floral. Tais práticas são consideradas importantes na prevenção e no tratamento auxiliar de doenças.

Dados do Ministério da Saúde apontam que no Brasil as modalidades integrativas na saúde pública somam 5 milhões de usuários em 9.350 unidades de saúde, distribuídas em 3.173 municípios. No ano passado foram realizados 1.4 milhão de atendimentos no país utilizando a medicina alternativa. A maioria dos procedimentos foi de acupuntura, com 707 mil atendimentos , seguidos da medicina tradicional chinesa, com 151 sessões de tai chi chuan e liangong, auriculoterapia, com 142 mil procedimentos, e ioga, com 35 mil sessões.

Nos estúdios da 104.7 FM educativa a Presidente da Associação dos Terapeutas Florais de Mato Grosso do Sul, Joseanne Roque, falou sobre as aplicações e benefícios desse tipo de tratamento:

“As práticas integrativas e complementares promovem o equilíbrio físico e sócio-emocional do indivíduo. 85% das patologias são de fundo emocional. A terapia floral busca justamente a saúde emocional por meio das qualidades e virtudes encontradas nas plantas”, esclareceu.

De acordo com Joseanne existem 32 sistemas florais. “Cada sistema é composto por aproximadamente 80 flores. As essências florais podem  ser utilizadas em diversos distúrbios, tais como stress, pânico, depressão, medo, ansiedade, problemas alimentares, até mesmo na educação, como deficiências de foco e atenção”, enumerou.

Tratamentos alternativos oferecidos pelo SUS – Em 2006 foram implantadas as primeiras práticas complementares pelo Ministério da Saúde : a acupuntura, a homeopatia, a fitoterapia, a antroposofia e o termalismo. Em 2017 o governo federal incluiu mais 14 procedimentos em saúde: arteterapia, ayurveda, biodança, dança circular, meditação, musicoterapia, naturoterapia, osteopatia, quiropraxia, reflexoterapia, reiki, shantala, terapia comunitária integrativa e ioga. Já em 2018 o sistema público ampliou as opções de tratamento, acrescentando a apiterapia, a aromaterapia, a bioenergética, a constelação familiar, a cromoterapia, a geoterapia, a hipnoterapia , a imposição de mãos, a ozonioterapia e a terapia de florais.

Serviço – Programa Bom Dia Campo Grande. De segunda à sexta-feira, das 7h às 8h, na 104.7 FM Educativa. Produção: Rose Rodrigues. Apresentação: Anderson Barão, Bosco Martins e Diana Gaúna.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *