plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour
Pular para o conteúdo

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

25 de julho de 2024 - 06:00

Indígenas de Miranda recebem suporte produtivo através de sementes, combustível e caminhão

Campo Grande (MS) – Em continuidade a entrega de sementes do Proacin (Programa de Apoio às Comunidades Indígenas de Mato Grosso do Sul), a Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural) realizou, na quarta-feira (22), a entrega de 50 sacas de feijão e 60 de milho, além de 6.100 litros de óleo diesel para tratores. Um caminhão também foi doado aos indígenas. Toda a ação visa dar suporte produtivo as nove aldeias do município de Miranda.

Cacique da Lalima, João da Silva

 A distribuição foi promovida dentro da aldeia Lalima, em Miranda, e contou com a presença dos caciques das outras oito aldeias: Argola, Moreira, Morrinho, Passarinho, Babaçú, Cachoeirinha, Lagoinha e Mãe Terra. “Vamos fazer um bom plantio para termos uma boa colheita. O dinheiro que se usaria para comprar as sementes poderá ser utilizado em outras necessidades de plantio”, disse o cacique da Lalima, João da Silva.

Durante o repasse das sementes, a diretoria da Agraer ainda aproveitou para fazer a entrega das chaves de um caminhão seminovo.

Assinatura do termo de doação do veículo

O veículo deverá auxiliar os indígenas no transporte de insumos e escoamento da produção. “O caminhão vai nos ajudar bastante, com ele vai dar para transportar nossos produtos até Campo Grande e Corumbá. Vamos ter mais liberdade e não vamos depender de frete”, afirmou o cacique da Lalima.

Só em Miranda serão atendidas 1.287 famílias indígenas que vivem na zona rural. “O Proacin é um programa que conta com a aprovação do governador Reinaldo Azambuja. Neste primeiro semestre a Agraer e a Sedhast estão investindo R$ 553.020,00, recurso que possibilitará o atendimento de aldeias em 27 cidades”, informou o diretor-presidente da Agraer, Enelvo Felini.

A gerência dos R$ 553.020,00 possibilitou a aquisição de 69.200 mil litros de combustível e 1.668 sacas de sementes, sendo que 578 são de feijão e 1.090 de milho. A meta é atender 15 mil famílias em 72 aldeias.

“Miranda tem uma população de indígenas batalhadores, por isso agradeço ao governador Reinaldo Azambuja que através das entidades estaduais tem dado assistência às aldeias”, disse a prefeita Marlene Bossay.

De acordo com o dirigente da Agraer, Enelvo Felini, somente os grãos estão sendo entregues diretamente aos caciques. “As sacas estão sendo levadas nas aldeias pelos técnicos da Agraer. Porém, o óleo diesel vem depois. Houve mudanças na legislação e por isso a liberação do combustível será feito pela Agraer às prefeituras. Caberá a cada prefeito fazer a distribuição”, detalhou.

O repasse de sementes é significativo para os indígenas, visto que em Mato Grosso Sul se concentra a segunda maior população indígena do País. O Estado fica atrás somente do Amazonas, conforme dados da Sesai – Secretaria Especial da Saúde Indígena, órgão vinculado ao Ministério da Saúde.

Participaram da entrega os deputados estaduais Felipe Orro e Beto Pereira, a subsecretária de Políticas Indígenas da Sedhast, Silvana Terena, o coordenador da Agraer de Miranda, Anderson Ortiz, a chefe da Iagro de Miranda, Marina Ferreira e os vereadores Adilson Antônio (Zebra), Adilson Florença e Ivan Bossay. Além dos caciques: Edson CANDELÁRIO (Argola); Josué da Silva (Babaçu); Joãozinho Felipe (Lagoinha); Marcos de Arruda (Cachoeirinha); Olício da Silva (Moreira); Milton Raimundo (Morrinho); Simião Medina Neto (Passarinho) e Zacarias Rodrigues (Mãe Terra).

Texto: Aline Lira / Fotos: Néia Maceno

Fonte:  Secretaria de Estado de Produção e Agricultura Familiar (SEPAF)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *