plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour
Pular para o conteúdo

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

15 de julho de 2024 - 11:09

Com leitos de UTI em Naviraí, avança regionalização da saúde em MS

Previsão é de ativação nesta terça-feira (28.07) também em Jardim, completando a estrutura nas 11 microrregiões do Estado

A ativação de cinco leitos de UTI-Covid, na sexta-feira (24.07) em Naviraí e a previsão de mais cinco nos próximos dias, faz avançar o processo de regionalização da saúde em Mato Grosso do Sul. Com a medida, segundo o secretário estadual de Saúde Geraldo Resende, 10 das 11 microrregiões do Estado já estão contempladas com essa estrutura hospitalar, restando apenas o Sudoeste do Estado, que deverá inaugurar UTI’s no Hospital Marechal Rondon, em Jardim, nesta terça-feira (28.07).

“O governo do Estado está fazendo o possível para tornar Mato Grosso do Sul uma referência no enfrentamento da Covid-19 para todo o país. Em Naviraí, registramos mais um avanço, e com a ativação já anunciada em Jardim, vamos completar o mapa com todas as microrregiões tendo leitos de UTI. E o mais importante é que ao passar a pandemia esses leitos deverão ficar à disposição da população sul-mato-grossense para outros agravos na área de saúde, visando evitar o trânsito de veículos nas nossas rodovias, levando pacientes de Mundo Novo para Dourados, Ponta Porã ou Campo Grande, fazendo de Naviraí referência dessa região no tocante a serviços de média e alta complexidade”, salientou o secretário estadual de Saúde.

Nessas conquistas, além do esforço do governo do Estado, o secretário Geraldo Resende ressaltou o trabalho em parceria com as administrações municipais e a iniciativa privada, que tem doado leitos de UTI’s. “Essa união de esforços vai deixar um legado positivo da pandemia, à medida em que vamos estruturar definitivamente o SUS, suprindo desassistências existentes há muito, cronicamente, em Mato Grosso do Sul. As UTI’s vão ficar e servir para a realização de cirurgias mais complexas na área de cirurgia geral, ortopedia, traumatologia, enfim para dar uma saúde de qualidade aos cidadãos, pois esse é o nosso objetivo maior e compromisso do governo do Estado”.

Investimentos

A mesma avaliação foi feita pelo prefeito Izauri Macedo, de Naviraí, durante a ativação dos leitos de UTI no Hospital Municipal daquela cidade na sexta-feira. Classificando a conquista como a “concretização de um sonho da população”, o prefeito disse que a regionalização daquela unidade foi uma bandeira de lutas do consórcio de municípios do Cone Sul do Estado. O processo, salientou o prefeito, proporciona a otimização dos serviços públicos, racionalização da mão de obra e economia de gastos públicos. “Muito mais do que ajudar Naviraí, auxilia toda a região”, destacou.

“Se é difícil para nós colocarmos os nossos pacientes em ambulâncias, muitos deles em estado gravíssimo, para levarmos ao centro de referência que é Dourados, imaginem a dificuldade que é para Mundo Novo, Tacuru, Eldorado, Iguatemi, Sete Quedas, Paranhos. Com a regionalização, os pacientes correm menos riscos na estrada e há mais rapidez na prestação do serviço médico, além de economia para o erário público”, concluiu Izauri.

A implantação dos leitos de UTI em Naviraí demandou investimentos da ordem de R$ 2.944.996,00, somando os recursos do governo do Estado, Município e parcerias, por meio de doações. Segundo o prefeito Izauri, a empresa JBS foi uma dessas empresas, além de entidades como Lions Clube, Rotary Clube Naviraí, Rotary Integração, Seleta e, a Câmara de Vereadores, que repassaram à Prefeitura recursos do duodécimo, os quais foram utilizados em compras de equipamentos.

Participaram do ato oficial de ativação dos leitos, entre outras autoridades, o deputado federal Beto Pereira, a vice-prefeita de Mundo Novo Rosária de Lucca, o presidente da Câmara Simon Rogério, o suplente de senador José Chagas e o gerente de saúde de Naviraí Welligton Santussi.

Texto: Ricardo Minella/SES

Fotos: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *