plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour
Pular para o conteúdo

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

23 de julho de 2024 - 04:31

Com aumento da monitoração eletrônica, servidores da Agepen atuam de forma preventiva contra Covid-19

Campo Grande (MS) – Com a chegada da pandemia do coronavírus, o isolamento social tem sido a alternativa mais eficaz para combater a proliferação do vírus. Em contrapartida, setores considerados essenciais para o atendimento à população teve o volume de trabalho e a atenção à atuação preventiva redobrados: é o caso das unidades pertencentes à Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) em Mato Grosso do Sul.

Com foco na prevenção, servidores utilizam EPIs e álcool em gel

Seguindo os protocolos de saúde pública e intensificando as ações de segurança, os servidores penitenciários da Unidade Mista de Monitoramento Virtual Estadual (UMMVE), com sede na capital, realizam atendimentos especializados e de forma responsável aos monitorados por tornozeleiras eletrônicas.

Com uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e oferecimento de máscaras descartáveis aos apenados, é possível garantir uma atuação mais preventiva e evitar a propagação da Covid-19. Além disso, na portaria também foi instalado um tapete higienizador com solução sanitizante e disponibilizado álcool em gel.

Conforme o diretor da UMMVE, Ricardo Teixeira, com a chegada da pandemia o volume de trabalho aumentou consideravelmente, tendo em vista as inúmeras decisões judiciais contemplando reeducandos, principalmente considerados do grupo de risco, com a saída temporária por meio da monitoração eletrônica.

“Se comparado ao mesmo período do ano anterior, tivemos um aumento de 20% no volume de trabalho para cumprimento das diferentes decisões judiciais. E para mantermos a qualidade de trabalho e, ao mesmo tempo, a saúde da equipe de servidores, estamos adotando protocolos rígidos, de acordo com as notas técnicas da Agepen, garantindo mais segurança a todos”, destacou Teixeira.

Como medida alternativa à prisão, o uso de tornozeleira eletrônica atualmente abrange 1.842 monitorados, número que cresceu cerca de 7% desde o início da pandemia do novo coronavírus.

Dentre os materiais utilizados estão máscaras, tocas, luvas, capotes e protetores faciais do tipo “face shield”. Todos os Equipamentos de Proteção Individual são fornecidos pela agência penitenciária, graças a inúmeras parcerias firmadas com instituições públicas e entidades sociais.

De forma responsável e segura, são oferecidos atendimentos especializados aos monitorados por tornozeleiras eletrônicas

De acordo com o diretor-presidente da Agepen, Aud de Oliveira Chaves, a maior preocupação da instituição no momento é priorizar a saúde tanto dos servidores quanto dos custodiados. “Para isso buscamos desenvolver ações preventivas dentro de todas as unidades penais e assistenciais da Agepen, oferecendo um trabalho efetivo e com responsabilidade”, afirmou, parabenizando a atuação dos servidores em prol de uma sociedade mais justa e segura.

Tatyane Santinoni, Agepen

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *