Rádio e TV Educativa de MS

Aberta exposição “Grande Morada 100 Anos” na sede da Fertel

Apresentação de Waldir Rosa e intervenção de Adelaide Barbosa Martins marcam início da mostra que homenageia a Morada dos Baí e a artista Lídia Baís, bem como marca o aniversário da Confraria Socioartista
0
Bosco Martins disse ser uma honra para a Fertel sediar homenagens à Lídia Baís, à Morada dos Baís e à Confraria Socioartista. (Fotos: Maurício Borges)

Bosco Martins disse ser uma honra para a Fertel sediar homenagens à Lídia Baís, à Morada dos Baís e à Confraria Socioartista. (Fotos: Maurício Borges)

Foi aberta na noite desta quarta-feira (20) no Espaço Cultural Jornalista Aldo Olarte de Souza, no Palácio das Comunicações J. Barbosa Rodrigues, a mostra “Grande Morada 100 Anos”, que celebra o centenário do prédio da Morada dos Baís e os dois anos da Confraria Socioartista. A exposição é aberta ao público em horário comercial na sede da Fertel (Fundação Luiz Chagas de Rádio e TV Educativa de Mato Grosso do Sul).

A mostra reúne peças de 23 artistas, entre telas e montagens, tendo como pano de fundo a história da Morada dos Baís –que foi o primeiro prédio de alvenaria construído em Campo Grande e, hoje, converteu-se em um dos mais importantes espaços para valorização da cultura e da gastronomia da Capital– e a artista Lídia Baís, a primeira artista plástica da cidade.

A abertura do evento contou com apresentação do cantor e compositor Waldir Rosa e uma intervenção de Adelaide Barbosa Martins, sobrinha-neta de Lídia Baís, declamando um poema em homenagem à tia-avó.

“É uma honra para nós recebermos neste espaço tantas homenagens de uma só vez: para a Morada dos Baís, um dos lares da cultura de Campo Grande; nossa eterna Lídia Baís, ícone das artes de Mato Grosso do Sul, e o aniversário da Confraria Socioartista, que reúne alguns dos nossos maiores talentos. Ganhamos nós, pelo que tudo isso representa para este espaço, e ganha a população, com uma exposição única”, afirmou o jornalista Bosco Martins, diretor-presidente da Fertel.

A mostra “Grande Morada 100 anos” é organizada por Ana Rita Dorneles, curadora do Espaço Cultural, e conta com peças dos seguintes artistas: Bruno Sandri, Sônia Corrêa, Pedro Guilherme, Márcia Albuquerque, Ruan Quevedo, Carlos Vera, Telma Cordeiro, Agnes Rodrigues, Jussara Stein, Antônia Hanemann, Walter Lambert, Patrícia Helney, Aveline Karen, Lúcia Mont Serrat, Don Dolonia, Tanara Renck, Giselle Mendonça, Analuiza Martins, Agnes Gomes, Antônio Lima, Renato Alencar, América Cardinal e Roberto Higa (fotos).

O Espaço Cultural Jornalista Aldo Olarte de Souza –o Espaço Cultural da TVE– é aberto ao público-geral de segunda a sexta-feira, em horário comercial, assim como a Sala da Memória Pedro C. R. Porfírio (o Museu das Comunicações).

Instituições podem agendar visitas de grupos ao local e aos estúdios da Fertel pelo telefone (67) 3318-3872, com Ana Rita.

Confira abaixo alguns momentos e peças da abertura da mostra nas fotos de Maurício Borges:

 

Compartilhe:

Deixe sua resposta

Seu endereço de email não será publicado.