Toda poesia e prosa de Leonardo Triandopolis na Cadeira do DJ

Compartilhe:

Leo Triandopolis fala de sua obra. (foto: Pedro Henrique Amaral)

A Cadeira do DJ com Gilson e Celito Espíndola recebeu hoje (12) o escritor Leonardo Triandopolis Vieira. Com uma proposta editorial diferente, o autor veio falar sobre seus projetos, sua escrita e o lançamento do novo livro, “Trinta e Três” no próximo dia 27 de setembro, 19h, na sede do Grupo Casa.

Leonardo ou Leo, como o autor gosta de se apresentar, trabalha poesia e prosa em sua obra literária. Leo se entende como um escritor e editor independente, atuando às margens do mercado editorial. Periférico, faz uso da internet e das redes sociais onde cria um vínculo direto e sem intermediários com seus leitores. Através do site leoescreve.com.br disponibiliza gratuitamente a versão digital de seu trabalho e comercializa as versões impressas de seus livros a preços abaixo dos fixados pelo mercado.

O autor entende que seu objetivo é trilhar um caminho contra-hegemônico, onde o fazer artístico está acima de qualquer regra ou tendência mercadológica. Sobre a relação com os leitores, Leo comentou: “O autor tem essa obrigação, não dá pra gente ficar calado, tem que questionar o que a gente vive, eu acho que essa é uma das funções. Não vejo como uma busca pelo conflito com o mundo mas do atrito, o atrito gera energia, gera uma troca, é como um abraço, os dois lados tem que participar e depois do abraço, da interação, tudo muda.”, pondera o escritor.

A poesia panfletada de Leo Triandopolis. (foto: Daniel Rockenbach)

Além de escrever e editar seus próprios livros, também possui uma editora descapitalizada onde publica de maneira gratuita autores de todo o país, a EU editora. O selo já publicou poetas do interior do Mato Grosso do Sul e de outros estados, sempre dessa forma, sem nortear o trabalho pelo retorno financeiro. Leo explica a descapitalização pelo trabalho como editor: “É uma editora descapitalizada por não trabalhar em cima de um capital, eu não cobro o serviço editorial. Os autores me procuram e eu ofereço todo o trabalho de edição, revisão e diagramação do livro, entrego a obra pronta no digital, se vai imprimir ou não é com o autor.” A editora já publicou o livro de poesias “Como me vejo o mundo” do autor Thiery Bione em 2016, “Não leio poesia” da poeta Andreza Crispim em 2017 e o romance em prosa “Domingo passado” do autor Carlos Freitas em 2018.

Outro aspecto interessante de sua obra é sua poesia panfletada. Em tempos de campanha eleitoral, o autor decidiu panfletar sua poesia de maneira gratuita em espaços culturais não tradicionais, não necessariamente associados ao mercado literário. Você pode encontrar as poesias panfletadas em locais como o Ateliê 118 ou no Sesc Morada dos Baís, a poesia é gratuita e a reação do leitor, imediata. “Por que não fazer uma panfletagem política mas, dessa vez, com poesia?”, coloca o autor.

O próximo livro, o romance “Trinta e Três” já será lançado em setembro, no dia 27, às 19h na sede do Grupo Casa que fica na Travessa Tabelião Nelson Pereira Seba, n.8, Chácara Cachoeira, próximo ao Shopping Campo Grande. O livro é o 6º na carreira do jovem autor que ainda tem muito a escrever.

Sintonize – Apresentado por Gilson e Celito Espíndola, o programa Na Cadeira do DJ vai ao ar às segundas e quartas-feiras, excepcionalmente das 10h às 11h durante o período de Campanha Eleitoral, na Educativa 104.7 FM podendo ser acompanhado também pelo Portal da Educativa (na aba Ouvir a Rádio).


Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *